DVD pirata do filme 'Tropa de Elite' ? recorde de vendas Em uma semana, um dos camel?s de Juiz de Fora diz ter vendido mais de 150 DVDs piratas, antes mesmo da estr?ia nacional do filme

Priscila Magalh?es
Rep?rter
27/09/2007

'Tropa de Elite' s? deve estrear nos cinemas brasileiros no dia 12 de outubro. Por?m, n?o ? dif?cil encontrar pessoas que j? tenham assistido ao filme. Em Juiz de Fora, ? s? dar uma 'voltinha' pela cidade que podemos encontrar o DVD pirateado na maioria das bancas de camel?s. O pre?o cabe no bolso da maioria dos brasileiros: somente R$ 6.

Em uma das barracas do centro da cidade, o vendedor est? satisfeito com a venda do DVD. "Estou vendendo h? quase tr?s semanas e j? sa?ram mais de cem. Tenho s? mais um para vender agora. Eu assisti e achei muito bom. ? bem violento", comenta.

Na banca ao lado, o estoque era um pouco maior e as vendas tamb?m foram proporcionais. "Em uma semana vendi mais de 150 DVDs. A procura est? muito grande e o filme ? muito bom. Acho que ? a pura realidade, n?o ? diferente do que vemos nos notici?rios", explica outra vendedora que tamb?m n?o quis se identificar.

Foto: capa do DVD A internet ? a grande facilitadora. O estudante, Vin?cius Ramos, baixou o filme pela Rede. "Fa?o isso pela comodidade de ter o filme em casa. Deixo o computador ligado durante ? noite e de manh? j? est? pronto. E tamb?m n?o preciso gastar dinheiro com cinema e com DVD original, que tem o pre?o muito alto. Mas n?o vendo, baixo para eu mesmo assistir", afirma.

O estudante diz que gostou do filme. "Achei as cenas muito chocantes, que ainda n?o tinham sido mostradas em outros filmes brasileiros. E a qualidade tamb?m est? muito boa. Por ser filme brasileiro, n?o est? perdendo em nada para os outros", diz.


Combatendo a pirataria
A chefe do departamento de fiscaliza??o de posturas municipais da Secretaria de Pol?tica Urbana (SPU), Rita de C?ssia Guedes, diz que o combate ? pirataria n?o ? responsabilidade da SPU. "O que n?s fazemos ? combater o uso do solo p?blico de maneira irregular. Pirataria ? crime e quem deve combater ? a pol?cia", ressalta.

Foto: banca de camel? Segundo Rita Guedes, 30 mil m?dias foram apreendidas este ano. Deste total, 50% corresponde a DVDs. "Estes produtos s?o levados para o auto-forno, para serem queimados e estamos procurando algumas empresas que reciclam os CDs e DVDs".

Ela acrescenta que o trabalho ? feito juntamente com a pol?cia nos principais pontos de venda no centro e em alguns bairros. "Estamos dando ?nfase ao combate de CDs e DVDs, porque envolve o trabalho de adolescentes. O nosso trabalho ? feito em parceria com a pol?cia. Precisamos dessa ajuda para combatermos o com?rcio irregular", conclui.