• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Terça-feira, 22 de setembro de 2009, atualizada às 17h

    Juizforano estará mais seguro através de ação conjunta entre UFJF e Polícia Militar

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração

    Um convênio de cooperação mútua em prol da segurança dos juizforanos foi assinado nesta terça-feira, 22 de setembro, entre a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e a Polícia Militar (PM). O Laboratório de Informações Estatísticas Georreferenciadas (Linge) da UFJF terá acesso ao banco de dados da PM e, através de estudos e análises comparativas, poderá disponibilizar diagnósticos sobre a segurança em Juiz de Fora. De posse dos resultados, a polícia poderá agir de forma mais efetiva e preventiva.

    As primeiras informações já foram solicitadas pela Universidade. Segundo o coordenador do Linge, Ronaldo Rocha Bastos, a pesquisa irá abordar a criminalidade na zona urbana da cidade. "O estudo vai tratar da criminalidade, envolvendo pessoas e patrimônio. Crimes comuns, lugares mais afetados, relação com a renda da população, escolaridade da área e oferta de serviço, por exemplo, são fatores que levaremos em conta para fornecer um diagnóstico completo", explica. Os resultados estão previstos para março de 2010.

    A pesquisa será realizada por quatro professores do departamento de Estatística da UFJF, quatro bolsistas e um mestrando, além de mestrandos da Escola Nacional de Ciência Estatística do IBGE.

    Capacitação

    O convênio também irá aperfeiçoar a qualificação dos oficiais. De acordo com o comandante da 4ª Região da Polícia Militar, coronel Anselmo Fernandes da Silva, serão duas frentes de trabalho: a troca de dados com a instituição e a melhoria na profissionalização de oficiais. "Num segundo momento, serão criados cursos voltados para a defesa social e treinamento de estatística. Estaremos trabalhando nossa capacitação e prestação de serviços para atuar com mais eficiência na sociedade", destaca o coronel.

    Os cursos de capacitação irão receber oficiais da PM e do Corpo de Bombeiros. De acordo com o reitor da UFJF, Henrique Duque, a previsão do início do curso é para o primeiro semestre de 2010. "Através de processo seletivo, os oficiais terão aulas ministradas por professores da Faculdade de Direito, que vão aperfeiçoar pontos ligados à criminalística e à segurança, por exemplo." O curso terá duração de um ano e será gratuito. 

    Segurança no campus

    O reitor aproveitou a ocasião e revelou as medidas de segurança que a Universidade irá adotar até o final de 2011. "Nossa intenção é instalar câmeras de vigilância e sensores para captação de movimento em torno de todo o anel viário até dezembro deste ano. Logo após, as medidas serão adotadas dentro das unidades acadêmicas e no acervo externo da instituição." Para a primeira etapa, 340 câmeras serão instaladas e oito pessoas irão monitorá-las. O investimento é de R$ 1,3 milhão. Para todo o programa, o recurso atinge R$ 4 milhões.

    Posto do Corpo de Bombeiros

    As obras de construção de infraestrutura do posto do Corpo de Bombeiros no pórtico sul da Universidade foram finalizadas. Resta à comissão, formada por engenheiros e arquitetos da instituição, fazer a vistoria e entregar a obra. O objetivo do posto é diminuir o tempo de ação dos Bombeiros na Cidade Alta e Zona Sul, visto que nos últimos anos o comércio aumentou consideravelmente na área. 

    A unidade contará com 21 oficiais, uma viatura para combate de incêndio, uma para salvamento, uma de resgate e um carro para prevenção. O custo total do projeto é de R$ 1,5 milhão, porém com a cooperação da UFJF, cerca de 50% foi economizado.

    *Pablo Cordeiro é estudante do 9º período de Comunicação Social da UFJF

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes


    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.