Sexta-feira, 10 de dezembro de 2010, atualizada às 18h40

Blitz contra exploração sexual infantil aborda mais de mil motoristas

Aline Furtado
Repórter

Um total de 1.084 condutores foram abordados durante a realização da blitz educativa contra a violência sexual a crianças e adolescentes. O objetivo é divulgar os números de telefone para denúncias deste tipo de crime. A ação, realizada nesta sexta-feira, 10 de dezembro, em frente ao 27º Batalhão de Polícia Militar, na avenida Juscelino Kubitschek, região Norte da cidade, contou com a distribuição de panfletos informativos.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Norte realizou 1.500 atendimentos durante todo o ano de 2010, envolvendo tanto as crianças e os adolescentes, quanto as famílias. Só no mês de novembro, 44 jovens foram atendidos pelo centro de referência. "A blitz é uma forma de ampliar a divulgação do telefone municipal e pedir a participação da população para denunciar os casos de violência que ocorrem na região", destaca a coordenadora do Creas Norte, Cristina Dias Lima.

Em toda a cidade, os Creas receberam, este ano, 146 denúncias. Quem tiver interesse em denunciar crimes de violência sexual contra crianças e adolescentes, além de idosos e mulheres, deve entrar em contato pelo Disque Denúncia do Creas Norte (0800 283 79 91) ou pelo Disque Direitos Humanos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) (0800 031 1119).

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.