Juiz de Fora - MG

O poder está nas mãos da população

Zé Márcio (Garotinho)
Vereador de Juiz de Fora (PV)
Especial para o Portal ACESSA.com
25/06/2013
Manifestação Juiz de Fora

Ainda é difícil definir com exatidão o que vivemos nos últimos dias, mensurar a dimensão dos acontecimentos e prever o que vem pela frente, mas compartilho com o jornalista André Trigueiro, publicado em seu blog Mundo Sustentável, a opinião de que foi “um dia em que, provavelmente (poucos) políticos experimentaram um estado de graça. Em que (muitos) políticos ficaram sem graça. Em que todos os políticos aprenderam uma lição, de graça”. Como vereador de Juiz de Fora e, principalmente, como vereador do Partido Verde, acredito que, sim, tivemos uma lição. Mais uma vez, só que agora de uma forma surpreendente, ficou escancarado aos quatro cantos do mundo de que o poder está nas mãos do povo.

Extraio da história política de nosso país dois exemplos: a eleição, em 2002, de Enéas para  deputado federal pelo estado de São Paulo, numa votação recorde de mais de 1,5 milhão de votos. E, mais recente, em 2010, a eleição do palhaço Tiririca com a maior votação entre os postulantes a uma vaga na Câmara dos Deputados, cerca de 1,3 milhão de votos. Sem entrar no mérito da competência dos dois candidatos ou ainda do poder dos bordões "Meu nome é Enéas!" ou “Vote Tiririca. Pior que tá não fica!”, esses resultados podem até significar protesto, mas ao mesmo tempo reforçaram o anseio da população pela mudança, pela tentativa de fazer diferente. Ainda sim, mostrou - sobretudo - que o poder está nas mãos da população.

Acredito que, não sob a forma de protesto, mas embasado no desejo pela renovação, em 2010, meu partido, o PV, protagonizou o que seria uma grande transformação ao que se vê hoje, onde apenas dois partidos se dividem no comando de nosso país. Na época, as urnas que definiram a Presidência da República conferiram uma expressiva terceira colocação a então representante da sigla, Marina Silva, com 19,33% da porcentagem total. Isto é, 19.636.359 votos válidos em todo o território nacional. Desde então, o Partido Verde cresce sendo reconhecido como uma importante opção, sem amarras históricas, políticas e que defende bandeiras mais do que urgentes para o futuro da humanidade, como a sustentabilidade. Ainda sim, vale lembrar, esses números das urnas só reforçam que o poder está nas mãos da população.

É fato mais do que comprovado que o aumento das tarifas não foi o motivo único, mas foi o detonador do movimento, obrigando polícia, políticos, sociedade e veículos de comunicação a reverem conceitos. Em algum momento, alguns deles erraram a mão, perdendo completamente a razão. Mas, com excessos ou não, mais uma vez, revelou-se que o poder continua nelas, nas mãos do povo. Aliás, nesse caso específico, elas também foram responsáveis pela organização e intensa mobilização nas redes sociais.

A Fifa pode ate encurtar o Hino Nacional, mas o brasileiro já entendeu que, seja na Copa das Confederações, nas ruas ou em todo o resto, quem dá as ordens é ele. É você, seu vizinho, seu parente, seu desconhecido. Sou eu, não o vereador Zé Márcio (Garotinho), mas acima de tudo um cidadão brasileiro. Durante os jogos ou na busca por um país melhor, não vai ser fácil nos calar, não vai ser fácil nos imobilizar. Afinal, o poder está em nossas mãos.

E que tudo isso nos sirva de lição.

* O artigo acima faz parte de uma sessão especial do Portal ACESSA.COM,
sobre as manifestações que acontecem em todo o Brasil

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.