• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade

    Paiol da fábrica Imbel explode em Juiz de Fora

    Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
    17/08/2016, atualizada às 11h, atualizada às 16h55

    Um paiol com munições da Indústria de Material Bélico do Brasil (Imbel) de Juiz de Fora explodiu e incendiou, na noite da última terça-feira, 16 de agosto, por volta das 23h, no bairro Araújo. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, não havia ninguém no local no momento do acidente. O paiol fica cerca de 3 quilômetros da área fabril da Imbel.

    De acordo com o assessor de comunicação do 4º Batalhão do Corpo de Bombeiros, tenente Tristão, o local foi monitorado por um drone do Exército, além disso toda a área da empresa até o acesso Norte foi isolada pela Polícia Militar (PM). "Não houve vítimas. A explosão aconteceu em um dos galpões. Uma equipe com duas viaturas de combate a incêndio, dez bombeiros e uma viatura de comando de área realizaram a ação de segurança e de controle, já que existe risco de propagação. Dentro da fábrica até o acesso Norte há pedaços de granadas que chegam a dar um palmo", afirmou o sargento do Corpo de Bombeiros, Claudiney Vasconcelos Guimarães.

    O incêndio aconteceu em um depósito com produtos químicos com ácido e houve vazamento, que foi contido pela bacia de contenção. Com o ocorrido, várias casas próximas da empresa e veículos foram danificados. A explosão quebrou vidros de janelas de casa e de carros, além de deslocamento de telhas e danos em portas no entorno da fábrica.

    O local foi isolado pela Polícia Militar (PM). A Defesa Civil avaliou as residências locais e não constatou necessidade de interdição. Os Bombeiros alertam que muitas fotos e vídeos que circulam na internet não são verdadeiras.

    Às 11 desta quarta-feira, os Bombeiros informaram que um paiol foi totalmente destruído e ainda existem munições, porém de acordo com o Exército, o risco de explosão é mínimo.

    Outro paiol foi destruído parcialmente e os depósito não foram atingidos. Ainda não há previsão para a retirada dos armamentos. As causas da explosão serão investigadas pelo Exército. A Imbel informou que foi aberto um inquérito técnico-administrativo interno. O laudo deve sair em 30 dias. A fábrica disse ainda que todos os danos materiais resultantes da explosão em moradias próximas da sede estão sendo levantados para oportuna recuperação.

    Nota Imbel

    Em nota publicada no site oficial nesta manhã, a empresa explicou que a explosão atingiu o paiol número um da fábrica de Juiz de Fora, uma instalação que fica em área afastada de locais de circulação de pessoas e da área urbana destinada ao armazenamento de explosivos, sob condições de temperatura e umidade permanentemente controladas.

    A equipe de controle de danos da fábrica e o Corpo de Bombeiros isolaram a área e realizaram o rescaldo do incêndio gerado pela explosão. A nota reforçou que o projeto de construção do paiol segue as normas técnicas vigentes, fazendo com que a explosão fosse verticalizada e que a onda de choque resultante fosse contida pela existência de uma barreira de terra circundante.

    A empresa disse que está tomando as medidas necessárias, assegurou que todos os requisitos de segurança previstos são rigorosamente cumpridos e que a empresa reitera o compromisso com a segurança dos empregados, das comunidades vizinhas e do patrimônio sob sua responsabilidade.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.