Segunda-feira, 4 de junho de 2012, atualizada às 19h

Concurso pretende incentivar a busca pela qualidade do leite em JF e região

Thiago Sthepan
Repórter
coletiva

Foi lançado nesta segunda-feira, 4 de junho, o 1º Concurso de Qualidade de Leite de Juiz de Fora. A disputa será realizada em duas modalidades: Leite Individual e Tanque Comunitário. "O objetivo principal é incentivar a qualidade de leite no município, de forma a agregar valor ao produto", explica o secretário de Agropecuária e Abastecimento (SAA), Airdem de Assis.

Para chegar à qualidade, iniciativas simples têm grandes resultados, como a atualização de água clorada para higienização das tetas das vacas e mãos dos retireiros e posterior secagem com papel toalha. Tais medidas, segundo Assis, refletem no bolso dos produtores. "Tem laticínio que chega a pagar R$ 0,05 a mais pelo litro de leite de boa qualidade". Entre os parâmetros utilizados para avaliação está a Contagem Total de Bactérias (CTB), influenciada diretamente por tais medidas de higiene.

A iniciativa foi elogiada por quem depende da produção láctea local. "Com a melhoria na qualidade do leite, teremos mais qualidade em nossos produtos. Hoje, não temos estoques porque não estamos conseguindo atender o mercado. A qualidade do leite é uma questão de saúde pública e uma das nossas prioridades", afirma a gerente geral e responsável técnica de um laticínio, Margarete Machado.

Para o médico veterinário e coordenador técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater/MG), Antônio Domingues, este concurso é uma novidade que permite uma participação maior dos produtores. "Os concursos de qualidade são mais democráticos do que os concursos de produção porque permitem que um número maior de produtores participem", revela.

Segundo o diretor financeiro da Associação dos Produtores Rurais de Sarandira, Luiz Otávio Franco, um dos desafios do presente concurso – talvez sua maior contribuição – será a conscientização dos produtores rurais em relação à necessidade das medidas de higiene.

Na modalidade Leite Individual serão utilizadas as análises do produto entre 1º de julho de 2011 e 30 de junho de 2012. Em relação aos tanques coletivos, serão levadas em consideração três amostras, coletadas em maio, junho e julho.

A premiação ocorrerá durante a Exposição Agropecuária de Juiz de Fora, a ser realizada entre os dias 8 e 12 de agosto. Na modalidade Leite Individual, vão ser premiados os três primeiros colocados e os respectivos retireiros. Na modalidade Tanque Comunitário, receberão destaque as três primeiras associações de produtores e o responsável pelo tanque melhor avaliado.

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Segunda-feira, 4 de junho de 2012, atualizada às 19h

Concurso pretende incentivar a busca pela qualidade do leite em JF e região

Thiago Sthepan
Repórter
coletiva

Foi lançado nesta segunda-feira, 4 de junho, o 1º Concurso de Qualidade de Leite de Juiz de Fora. A disputa será realizada em duas modalidades: Leite Individual e Tanque Comunitário. "O objetivo principal é incentivar a qualidade de leite no município, de forma a agregar valor ao produto", explica o secretário de Agropecuária e Abastecimento (SAA), Airdem de Assis.

Para chegar à qualidade, iniciativas simples têm grandes resultados, como a atualização de água clorada para higienização das tetas das vacas e mãos dos retireiros e posterior secagem com papel toalha. Tais medidas, segundo Assis, refletem no bolso dos produtores. "Tem laticínio que chega a pagar R$ 0,05 a mais pelo litro de leite de boa qualidade". Entre os parâmetros utilizados para avaliação está a Contagem Total de Bactérias (CTB), influenciada diretamente por tais medidas de higiene.

A iniciativa foi elogiada por quem depende da produção láctea local. "Com a melhoria na qualidade do leite, teremos mais qualidade em nossos produtos. Hoje, não temos estoques porque não estamos conseguindo atender o mercado. A qualidade do leite é uma questão de saúde pública e uma das nossas prioridades", afirma a gerente geral e responsável técnica de um laticínio, Margarete Machado.

Para o médico veterinário e coordenador técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater/MG), Antônio Domingues, este concurso é uma novidade que permite uma participação maior dos produtores. "Os concursos de qualidade são mais democráticos do que os concursos de produção porque permitem que um número maior de produtores participem", revela.

Segundo o diretor financeiro da Associação dos Produtores Rurais de Sarandira, Luiz Otávio Franco, um dos desafios do presente concurso – talvez sua maior contribuição – será a conscientização dos produtores rurais em relação à necessidade das medidas de higiene.

Na modalidade Leite Individual serão utilizadas as análises do produto entre 1º de julho de 2011 e 30 de junho de 2012. Em relação aos tanques coletivos, serão levadas em consideração três amostras, coletadas em maio, junho e julho.

A premiação ocorrerá durante a Exposição Agropecuária de Juiz de Fora, a ser realizada entre os dias 8 e 12 de agosto. Na modalidade Leite Individual, vão ser premiados os três primeiros colocados e os respectivos retireiros. Na modalidade Tanque Comunitário, receberão destaque as três primeiras associações de produtores e o responsável pelo tanque melhor avaliado.

Os textos são revisados por Mariana Benicá

-
Segunda-feira, 4 de junho de 2012, atualizada às 19h

Concurso pretende incentivar a busca pela qualidade do leite em JF e região

Thiago Sthepan
Repórter
coletiva

Foi lançado nesta segunda-feira, 4 de junho, o 1º Concurso de Qualidade de Leite de Juiz de Fora. A disputa será realizada em duas modalidades: Leite Individual e Tanque Comunitário. "O objetivo principal é incentivar a qualidade de leite no município, de forma a agregar valor ao produto", explica o secretário de Agropecuária e Abastecimento (SAA), Airdem de Assis.

Para chegar à qualidade, iniciativas simples têm grandes resultados, como a atualização de água clorada para higienização das tetas das vacas e mãos dos retireiros e posterior secagem com papel toalha. Tais medidas, segundo Assis, refletem no bolso dos produtores. "Tem laticínio que chega a pagar R$ 0,05 a mais pelo litro de leite de boa qualidade". Entre os parâmetros utilizados para avaliação está a Contagem Total de Bactérias (CTB), influenciada diretamente por tais medidas de higiene.

A iniciativa foi elogiada por quem depende da produção láctea local. "Com a melhoria na qualidade do leite, teremos mais qualidade em nossos produtos. Hoje, não temos estoques porque não estamos conseguindo atender o mercado. A qualidade do leite é uma questão de saúde pública e uma das nossas prioridades", afirma a gerente geral e responsável técnica de um laticínio, Margarete Machado.

Para o médico veterinário e coordenador técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater/MG), Antônio Domingues, este concurso é uma novidade que permite uma participação maior dos produtores. "Os concursos de qualidade são mais democráticos do que os concursos de produção porque permitem que um número maior de produtores participem", revela.

Segundo o diretor financeiro da Associação dos Produtores Rurais de Sarandira, Luiz Otávio Franco, um dos desafios do presente concurso – talvez sua maior contribuição – será a conscientização dos produtores rurais em relação à necessidade das medidas de higiene.

Na modalidade Leite Individual serão utilizadas as análises do produto entre 1º de julho de 2011 e 30 de junho de 2012. Em relação aos tanques coletivos, serão levadas em consideração três amostras, coletadas em maio, junho e julho.

A premiação ocorrerá durante a Exposição Agropecuária de Juiz de Fora, a ser realizada entre os dias 8 e 12 de agosto. Na modalidade Leite Individual, vão ser premiados os três primeiros colocados e os respectivos retireiros. Na modalidade Tanque Comunitário, receberão destaque as três primeiras associações de produtores e o responsável pelo tanque melhor avaliado.

Os textos são revisados por Mariana Benicá