• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Terça-feira, 4 de abril de 2017, atualizada às 8h15

    Justiça bloqueia dinheiro apreendido na residência do ex-prefeito Alberto Bejani

    Da redação

    A 1ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias Municipais da Comarca de Juiz de Fora determinou o bloqueio de R$ 1.120.390, mais o rendimento produzido pela quantia apreendida pela Polícia Federal na residência de ex-prefeito de Juiz de Fora, Carlos Alberto Bejani, em 2008, durante a operação Pasárgada. A determinação foi do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

    Segundo a assessoria de imprensa do MP, o ex-prefeito estaria buscando, judicialmente, levantar a quantia depositada à disposição do Juízo da 4ª Vara Federal da Seção Judiciária de Minas Gerais. Diante disso, a Promotoria de Justiça ajuizou Ação Cautelar Incidental com pedido de arresto de bens com o objetivo de promover o bloqueio.

    Para a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, o "bloqueio é essencial para garantir futura eventual execução para fins de ressarcimento aos cofres públicos dos prejuízos ocasionados por eventuais atos administrativos praticados pelo réu em Ação Civil Pública por improbidade administrativa". Desde  julho de 2016, Bejani está preso.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.