Por meio de uma denúncia anônima, a Polícia Civil apreendeu 200 quilos de maconha, fracionados em 276 barras, que estavam dentro de um veículo estacionado em um hospital de Juiz de Fora, na noite da sexta-feira (15). Um homem de 35 anos foi preso em flagrante como responsável pela droga, ele foi abordado pela polícia quando chegava para buscar o carro.

 De acordo com o delegado Rômulo Segantini, as apurações indicaram que tanto o estacionamento privado no qual o veículo foi encontrado, quanto o hospital ao qual ele pertence, não tem qualquer relação com a droga e o carro apreendidos. O automóvel foi identificado como um carro clonado.

Após a abordagem e durante a vistoria, foram encontradas as barras de maconha, que foram avaliadas em quase R$300 mil, conforme detalhou o delegado. Rômulo Segantini ainda destacou a importância da sociedade realizar as denúncias para que ações semelhantes possam ser desencadeadas. Ele reforçou que, nesses casos, as identidades dos denunciantes são sempre preservadas pelas forças de segurança.
Com a formalização do flagrante, o suspeito foi encaminhado para o sistema prisional e ficará à disposição da Justiça. O veículo clonado foi apreendido.

Foto: Divulgação Polícia Civil

Por meio de uma denúncia anônima, a Polícia Civil apreendeu 200 quilos de maconha, fracionados em 276 barras, que estavam dentro de um veículo estacionado em um hospital de Juiz de Fora, na noite da sexta-feira (15). Um homem de 35 anos foi preso em flagrante como responsável pela droga, ele foi abordado pela polícia quando chegava para buscar o carro.

 De acordo com o delegado Rômulo Segantini, as apurações indicaram que tanto o estacionamento privado no qual o veículo foi encontrado, quanto o hospital ao qual ele pertence, não tem qualquer relação com a droga e o carro apreendidos. O automóvel foi identificado como um carro clonado.

Após a abordagem e durante a vistoria, foram encontradas as barras de maconha, que foram avaliadas em quase R$300 mil, conforme detalhou o delegado. Rômulo Segantini ainda destacou a importância da sociedade realizar as denúncias para que ações semelhantes possam ser desencadeadas. Ele reforçou que, nesses casos, as identidades dos denunciantes são sempre preservadas pelas forças de segurança.
Com a formalização do flagrante, o suspeito foi encaminhado para o sistema prisional e ficará à disposição da Justiça. O veículo clonado foi apreendido.

Foto: Divulgação Polícia Civil

-

Por meio de uma denúncia anônima, a Polícia Civil apreendeu 200 quilos de maconha, fracionados em 276 barras, que estavam dentro de um veículo estacionado em um hospital de Juiz de Fora, na noite da sexta-feira (15). Um homem de 35 anos foi preso em flagrante como responsável pela droga, ele foi abordado pela polícia quando chegava para buscar o carro.

 De acordo com o delegado Rômulo Segantini, as apurações indicaram que tanto o estacionamento privado no qual o veículo foi encontrado, quanto o hospital ao qual ele pertence, não tem qualquer relação com a droga e o carro apreendidos. O automóvel foi identificado como um carro clonado.

Após a abordagem e durante a vistoria, foram encontradas as barras de maconha, que foram avaliadas em quase R$300 mil, conforme detalhou o delegado. Rômulo Segantini ainda destacou a importância da sociedade realizar as denúncias para que ações semelhantes possam ser desencadeadas. Ele reforçou que, nesses casos, as identidades dos denunciantes são sempre preservadas pelas forças de segurança.
Com a formalização do flagrante, o suspeito foi encaminhado para o sistema prisional e ficará à disposição da Justiça. O veículo clonado foi apreendido.

Foto: Divulgação Polícia Civil