Polícias Civil e Militar desencadeiam Operação Concórdia em JF

Já foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão em dois bairros da cidade

Lucas Soares
Repórter
5/05/2017

As Polícias Civil (PC) e Militar (PM) desencadeiam nesta sexta-feira, 5 de maio, a "Operação Concórdia" em Juiz de Fora. Até o momento, oito pessoas foram presas, sendo sete no decorrer e uma como desdobramento. A ação acontece, essencialmente, nos bairros Vila Esperança, na Zona Norte e São Benedito, na Zona Leste, e contou com a participação de cerca de 200 militares, 56 viaturas, além de um helicóptero.

O chefe do 4º Departamento de Polícia Civil de Juiz de Fora (4º DEPPC), Carlos Roberto da Silveira Costa, explica que "o objetivo é dar segurança à comunidade e incomodar os criminosos, prendendo quem estivesse em flagrante e cumprir mandados de prisão. Foram cumpridos cinco mandados de prisão e 22 de busca e apreensão nos bairros Vila Esperança e São Benedito, escolhidos devidos às informações que tínhamos. É importante que a população denuncie através do 181, já que as investigações começam a partir disso. O anonimato é garantido".

O comandante da 4ª Região da Polícia Militar, coronel Alexandre Nocelli, fala da união das policias para levar segurança à população. "Vamos intensificar essas ações, que são muito importantes para o cidadão. Temos que fazer esse combate próximo e acirrado à criminalidade, principalmente a violenta, em nossa cidade. As prisões foram significativas, com alvos importantes. O cidadão acreditou, denunciou, e as Polícias Militar e Civil responderam. A operação é dinâmica, aconteceu em dois bairros, mas estamos com equipes na rua, e vamos tentar garantir mais algumas prisões", garante.

Ao longo da operação, quatro pessoas foram presas em flagrante e outras três em cumprimento de mandado de prisão, incluindo duas pessoas de São Paulo, que cometeram crimes contra a administração pública e foram encontradas no Centro da cidade. Um dos presos na Vila Esperança é apontado pelas investigações como um dos chefes do tráfico na região. Também foram apreendidas invólucros contendo maconha, crack e cocaína, além de uma balança de precisão.

Desdobramento

Um dos alvos presos na manhã desta sexta estava envolvido em um homicídio ocorrido no dia 19 de setembro de 2016, no Linhares. Na quarta-feira, um outro envolvido no mesmo crime já havia sido preso. "Ele tem 21 anos e estava no Marumbi, na casa da namorada dele, de 17 anos. Ela vai ser ouvida pois ajudou na fuga. Hoje, com informações passadas pela população, conseguimos prendê-lo", afirma o titular da Delegacia Especializada de Homicídios, Rodrigo Rolli.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.