Terça-feira, 23 de maio de 2017, atualizada às 9h30, atualizada às 15h00

Detento diz ter sido estuprado no Ceresp

Da redação

Um jovem, de 22 anos, denunciou ter sido estuprado várias vezes dentro de uma cela do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) em Juiz de Fora. O caso foi registrado na noite da última segunda-feira, 22 de maio, pela Polícia Militar (PM).

De acordo com o Boletim de Ocorrências (BO), a vítima relatou que o último estupro aconteceu na noite do sábado, 20, e apontou sete detentos, com idade entre 19 e 40, como autores do crime.

O jovem relatou que foi ameaçado de morte pelos indivíduos, que usaram de força física para cometer o ato. Além disso, os suspeitos desenharam imagens do órgão sexual masculino no corpo do rapaz. Ele foi atendido no Hospital de Pronto Socorro (HPS), onde foi confirmado o ato. A vítima foi reconduzida pelos agentes penitenciários para o sistema prisional, após o atendimento.

Segundo assessoria de comunicação da Polícia Civil, investigadores estiveram nesta terça, 23, no Ceresp para apurar o caso de estupro e agressão. No local, a delegada da Larissa Mascotte, da 5ª Delegacia da PC, conversou com os diretores do presídio e com a vítima, que relatou que teria sido violentada por nove detentos, e não sete, como a versão inicial.

De acordo com a delegada, a próxima fase do inquérito será a realização da oitiva dos presos, bem como o reconhecimento dos suspeitos pelo jovem. Também foi requerido laudo pericial ao Instituto Médico Legal (IML), para constatação da violência sexual. O caso segue em investigação.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.