Segunda-feira, 5 de junho de 2017, atualizada às 13h50

Dois vigilantes são vítimas de disparos de arma de fogo na represa Chapéu d'Uvas 

Dalila Rodrigues
*Colaboração

Dois vigilantes foram vítimas de disparos de arma de fogo, na tarde do último domingo, 4 de junho, na represa Chapéu d'Uvas. De acordo com o boletim de ocorrências,  o homem havia acabado de assumir o turno e, ao fazer a ronda próximo à garagem flutuante, ele se deparou com três indivíduos dentro de um barco, sendo que um  dele estava urinando no local.

Neste momento, o funcionário advertiu o homem, mas o trio começou a xingá-lo e o ameaçar de agressão física. Ao buscar ajuda de outro vigilante, um dos indivíduos sacou um revólver, aparentando ser calibre 38 e gritou que era delegado.

Em seguida, os trabalhadores escutaram barulhos de tiros. Para se proteger, um dos vigilantes efetuou dois disparos táticos, com revolver devidamente registrado, conseguiu se esconder e acionou a Polícia Militar (PM). Quando a PM chegou ao local, os autores já haviam fugido. Foi realizado rastreamento, mas ninguém foi encontrado.

O Portal ACESSA.com entrou em contato com a assessoria da Companhia de Saneamento Municipal (Cesama) e o departamento não quis se pronunciar sobre o ocorrido.

*Dalila Rodrigues é estudante do 3º período de Jornalismo da Estácio de Sá

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.