Quinta-feira, 11 de dezembro de 2014, atualizada às 12h46

Caso Matheus Goldoni: delegado aguarda laudos para fazer acareação

Rolli

O titular da Delegacia Especializada em Homicídios, Rodrigo Rolli, informou que aguarda os laudos periciais, para dar início à acareação, dentro das investigações sobre a morte do jovem Matheus Goldoni, 18 anos.

São aguardados os exames do local do fato, de alcoolemia e/ou uso de substância entorpecente e das câmeras de monitoramento. Segundo Rolli, a expectativa é de que os eles fiquem prontos até a próxima quarta-feira, 17 de dezembro.

A fase de depoimentos foi encerrada na última terça-feira, 9, quando foram ouvidas três testemunhas que estavam dentro da boate. As oitivas foram realizadas na sede da Delegacia especializada, no bairro de Lourdes. Rodrigo afirma que ainda não é possível estabelecer um prazo para um posicionamento ou sobre o encerramento das investigações.

Matheus Goldoni foi encontrado morto na base da cachoeira do bairro Vale do Ipê, na zona Oeste, após ter ficado desaparecido por cerca de dois dias. Ele participava de uma festa e teria sido retirado por seguranças após se envolver em uma briga. Nas primeiras investigações, foi possível constatar a morte por asfixia por afogamento, conforme informou o próprio delegado.

Seguem investigações sobre esfaqueamento na Olegário Maciel

Rolli também informou que estão em curso as investigações sobre o caso do adolescente de 15 anos que confessou ter matado a facadas um homem de 34 em um apartamento localizado na avenida Olegário Maciel, na semana passada. Segundo Rolli, foram colhidos elementos no local do crime e também já foram ouvidos os familiares do menor.

Além disso, o delegado solicitou à Vara da Infância e da Juventude a realização de uma nova oitiva do adolescente "para esclarecer melhor os fatos". Segundo Rolli, estão sendo aguardados o laudo do local e a necrópsia da vítima. Entenda o caso.

Quinta-feira, 11 de dezembro de 2014, atualizada às 12h46

Caso Matheus Goldoni: delegado aguarda laudos para fazer acareação

Rolli

O titular da Delegacia Especializada em Homicídios, Rodrigo Rolli, informou que aguarda os laudos periciais, para dar início à acareação, dentro das investigações sobre a morte do jovem Matheus Goldoni, 18 anos.

São aguardados os exames do local do fato, de alcoolemia e/ou uso de substância entorpecente e das câmeras de monitoramento. Segundo Rolli, a expectativa é de que os eles fiquem prontos até a próxima quarta-feira, 17 de dezembro.

A fase de depoimentos foi encerrada na última terça-feira, 9, quando foram ouvidas três testemunhas que estavam dentro da boate. As oitivas foram realizadas na sede da Delegacia especializada, no bairro de Lourdes. Rodrigo afirma que ainda não é possível estabelecer um prazo para um posicionamento ou sobre o encerramento das investigações.

Matheus Goldoni foi encontrado morto na base da cachoeira do bairro Vale do Ipê, na zona Oeste, após ter ficado desaparecido por cerca de dois dias. Ele participava de uma festa e teria sido retirado por seguranças após se envolver em uma briga. Nas primeiras investigações, foi possível constatar a morte por asfixia por afogamento, conforme informou o próprio delegado.

Seguem investigações sobre esfaqueamento na Olegário Maciel

Rolli também informou que estão em curso as investigações sobre o caso do adolescente de 15 anos que confessou ter matado a facadas um homem de 34 em um apartamento localizado na avenida Olegário Maciel, na semana passada. Segundo Rolli, foram colhidos elementos no local do crime e também já foram ouvidos os familiares do menor.

Além disso, o delegado solicitou à Vara da Infância e da Juventude a realização de uma nova oitiva do adolescente "para esclarecer melhor os fatos". Segundo Rolli, estão sendo aguardados o laudo do local e a necrópsia da vítima. Entenda o caso.

-
Quinta-feira, 11 de dezembro de 2014, atualizada às 12h46

Caso Matheus Goldoni: delegado aguarda laudos para fazer acareação

Rolli

O titular da Delegacia Especializada em Homicídios, Rodrigo Rolli, informou que aguarda os laudos periciais, para dar início à acareação, dentro das investigações sobre a morte do jovem Matheus Goldoni, 18 anos.

São aguardados os exames do local do fato, de alcoolemia e/ou uso de substância entorpecente e das câmeras de monitoramento. Segundo Rolli, a expectativa é de que os eles fiquem prontos até a próxima quarta-feira, 17 de dezembro.

A fase de depoimentos foi encerrada na última terça-feira, 9, quando foram ouvidas três testemunhas que estavam dentro da boate. As oitivas foram realizadas na sede da Delegacia especializada, no bairro de Lourdes. Rodrigo afirma que ainda não é possível estabelecer um prazo para um posicionamento ou sobre o encerramento das investigações.

Matheus Goldoni foi encontrado morto na base da cachoeira do bairro Vale do Ipê, na zona Oeste, após ter ficado desaparecido por cerca de dois dias. Ele participava de uma festa e teria sido retirado por seguranças após se envolver em uma briga. Nas primeiras investigações, foi possível constatar a morte por asfixia por afogamento, conforme informou o próprio delegado.

Seguem investigações sobre esfaqueamento na Olegário Maciel

Rolli também informou que estão em curso as investigações sobre o caso do adolescente de 15 anos que confessou ter matado a facadas um homem de 34 em um apartamento localizado na avenida Olegário Maciel, na semana passada. Segundo Rolli, foram colhidos elementos no local do crime e também já foram ouvidos os familiares do menor.

Além disso, o delegado solicitou à Vara da Infância e da Juventude a realização de uma nova oitiva do adolescente "para esclarecer melhor os fatos". Segundo Rolli, estão sendo aguardados o laudo do local e a necrópsia da vítima. Entenda o caso.