Quarta-feira, 25 de outubro de 2017, atualizada às 18h03

Nova Matriz Santo Antônio do Paraibuna é inaugurada em Juiz de Fora

Da redação

Depois de quase nove meses de obras e reparos, será inaugurada, no próximo sábado, 28 de outubro, a nova Matriz Santo Antônio do Paraibuna. A igreja, situada no bairro homônimo, em Juiz de Fora, está no mesmo local onde foi erguida a primeira capela dedicada ao padroeiro da cidade, no século XVIII, e em torno da qual o então povoado cresceu e foi elevado ao posto de município. A matriz fica na rua Francisco Cerqueira Cruzeiro, 770.

A Santa Missa de inauguração e bênção do espaço está marcada para as 19h30 e será presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada por diversos padres da arquidiocese. Na ocasião, cerca de 60 jovens e adultos da paróquia receberão o Sacramento da Crisma.

A obra, dividida em três fases, teve o valor aproximado de R$ 270 mil, dinheiro arrecadado junto à comunidade paroquial através de carnês, venda de rifas e pastéis. O montante também foi acrescido de verba que a paróquia já tinha em caixa e que foi guardada exclusivamente para a reforma da Matriz.

Para o administrador paroquial, Padre Sérgio Renato de Souza, a reabertura do templo será um episódio importante para a história da cidade. “Esta ampliação e a construção da torre é algo que está sendo trabalhado há muitos anos e que também contou com a colaboração de outras paróquias. É algo que não envolve somente o Bairro Santo Antônio, onde está localizada a igreja, mas toca toda Juiz de Fora”.

A reforma da Matriz Santo Antônio do Paraibuna teve início em meados de fevereiro e mudou completamente a estrutura e o visual do templo. O projeto incluiu a ampliação de nove metros do espaço, a colocação de novo telhado e de portas de vidro nas laterais, a mudança do piso, da iluminação, da pintura e de toda a parte elétrica e hidráulica. Além disso, uma torre foi edificada e vai abrigar o sino e uma pequena Capela da Misericórdia, onde haverá atendimento de confissões. As janelas da torre e da igreja têm vidros com as cores azul - que simboliza o Ano Mariano, verde - a cor da esperança, e vinho - representando a Eucaristia.

Na parte externa da igreja, há um jardim próximo à entrada principal, um corredor e uma rampa de acesso à Capela do Santíssimo Sacramento e ao Presbitério, além de letreiro com os dizeres: “Paróquia Santo Antônio do Paraibuna: aqui nasceu Juiz de Fora”. No dia da reinauguração, uma placa comemorativa será colocada no muro lateral do templo religioso.


Com informações da Arquidiocese de JF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.