Homem assalta ?nibus simulando estar armado na Zona Norte

Por

Sexta-feira, 9 de maio de 2014, atualizada às 11h52

Homem assalta ônibus simulando estar armado na Zona Norte

Um ônibus coletivo urbano foi assaltado na noite da última quinta-feira, 8 de maio, por um homem simulando estar armado. O crime aconteceu na avenida Olavo Bilac, no bairro Cerâmica, Zona Norte de Juiz de Fora.

De acordo com o boletim de ocorrências, o autor entrou no coletivo na altura do bairro Francisco Bernardino e sentou-se nos primeiros bancos. Quando deu o sinal de parada, no Cerâmica, ele caminhou até a roleta com a mão por baixo da blusa e, dizendo estar armado, exigiu a quantia do caixa, um total de R$ 65 em notas e moedas, fugindo em sequência. De acordo com o cobrador, 37, o homem aparentava ter um volume na cintura. Ninguém foi preso.

">
Sexta-feira, 9 de maio de 2014, atualizada às 11h52

Homem assalta ônibus simulando estar armado na Zona Norte

Um ônibus coletivo urbano foi assaltado na noite da última quinta-feira, 8 de maio, por um homem simulando estar armado. O crime aconteceu na avenida Olavo Bilac, no bairro Cerâmica, Zona Norte de Juiz de Fora.

De acordo com o boletim de ocorrências, o autor entrou no coletivo na altura do bairro Francisco Bernardino e sentou-se nos primeiros bancos. Quando deu o sinal de parada, no Cerâmica, ele caminhou até a roleta com a mão por baixo da blusa e, dizendo estar armado, exigiu a quantia do caixa, um total de R$ 65 em notas e moedas, fugindo em sequência. De acordo com o cobrador, 37, o homem aparentava ter um volume na cintura. Ninguém foi preso.

Sexta-feira, 9 de maio de 2014, atualizada às 11h52

Homem assalta ônibus simulando estar armado na Zona Norte

Um ônibus coletivo urbano foi assaltado na noite da última quinta-feira, 8 de maio, por um homem simulando estar armado. O crime aconteceu na avenida Olavo Bilac, no bairro Cerâmica, Zona Norte de Juiz de Fora.

De acordo com o boletim de ocorrências, o autor entrou no coletivo na altura do bairro Francisco Bernardino e sentou-se nos primeiros bancos. Quando deu o sinal de parada, no Cerâmica, ele caminhou até a roleta com a mão por baixo da blusa e, dizendo estar armado, exigiu a quantia do caixa, um total de R$ 65 em notas e moedas, fugindo em sequência. De acordo com o cobrador, 37, o homem aparentava ter um volume na cintura. Ninguém foi preso.

Últimas Notícias