Greve termina e bancos voltam a funcionar em Juiz de Fora

Por

Terça-feira, 7 de outubro de 2014, atualizada às 7h30

Greve termina e bancos voltam a funcionar em Juiz de Fora

greve

Os bancos de Juiz de Fora voltam a funcionar nesta terça-feira, 7 de outubro. A decisão pelo fim da greve foi votada em assembleia na última segunda-feira, 6, quando a categoria aprovou a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). As propostas às reivindicações do BB e CEF também foram aprovadas durante a assembleia e os bancários e bancárias do Sul de Minas também puderam participar da decisão através de videoconferência.

Na segunda, todas as agências bancárias localizadas na avenida Barão do Rio Branco, além dos bancos públicos estavam com as atividades interrompidas.

As propostas

Na última sexta-feira, 3, durante a nova rodada de negociação, a Fenaban apresentou ao Comando Nacional dos Bancários a proposta de reajuste de 8,5% (aumento real de 2,02%) nos salários e demais verbas salariais, 9% (2,49% acima da inflação) nos pisos e 12,2% no vale-refeição.

Além disso, houve avanços nas causas sociais como, por exemplo, o combate as metas abusivas, onde será proibida qualquer cobrança de metas por SMS ou outro tipo de aparelho ou plataforma digital.

">
Terça-feira, 7 de outubro de 2014, atualizada às 7h30

Greve termina e bancos voltam a funcionar em Juiz de Fora

greve

Os bancos de Juiz de Fora voltam a funcionar nesta terça-feira, 7 de outubro. A decisão pelo fim da greve foi votada em assembleia na última segunda-feira, 6, quando a categoria aprovou a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). As propostas às reivindicações do BB e CEF também foram aprovadas durante a assembleia e os bancários e bancárias do Sul de Minas também puderam participar da decisão através de videoconferência.

Na segunda, todas as agências bancárias localizadas na avenida Barão do Rio Branco, além dos bancos públicos estavam com as atividades interrompidas.

As propostas

Na última sexta-feira, 3, durante a nova rodada de negociação, a Fenaban apresentou ao Comando Nacional dos Bancários a proposta de reajuste de 8,5% (aumento real de 2,02%) nos salários e demais verbas salariais, 9% (2,49% acima da inflação) nos pisos e 12,2% no vale-refeição.

Além disso, houve avanços nas causas sociais como, por exemplo, o combate as metas abusivas, onde será proibida qualquer cobrança de metas por SMS ou outro tipo de aparelho ou plataforma digital.

Terça-feira, 7 de outubro de 2014, atualizada às 7h30

Greve termina e bancos voltam a funcionar em Juiz de Fora

Os bancos de Juiz de Fora voltam a funcionar nesta terça-feira, 7 de outubro. A decisão pelo fim da greve foi votada em assembleia na última segunda-feira, 6, quando a categoria aprovou a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). As propostas às reivindicações do BB e CEF também foram aprovadas durante a assembleia e os bancários e bancárias do Sul de Minas também puderam participar da decisão através de videoconferência.

Na segunda, todas as agências bancárias localizadas na avenida Barão do Rio Branco, além dos bancos públicos estavam com as atividades interrompidas.

As propostas

Na última sexta-feira, 3, durante a nova rodada de negociação, a Fenaban apresentou ao Comando Nacional dos Bancários a proposta de reajuste de 8,5% (aumento real de 2,02%) nos salários e demais verbas salariais, 9% (2,49% acima da inflação) nos pisos e 12,2% no vale-refeição.

Além disso, houve avanços nas causas sociais como, por exemplo, o combate as metas abusivas, onde será proibida qualquer cobrança de metas por SMS ou outro tipo de aparelho ou plataforma digital.

Últimas Notícias