• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Sexta-feira, 7 de dezembro de 2018, atualizada às 18h24

    Polícia Civil conclui inquérito de triplo homicídio em Lima Duarte

    Da redação

    Nesta sexta-feira, 7 de dezembro, a Polícia Civil concluiu o inquérito que investigava o triplo homicídio praticado na cidade de Lima Duarte, em que uma adolescente, de 17 anos, uma criança, 1, e um bebê, de seis meses, foram encontrados mortos dentro de sua residência, em novembro.

    O suspeito foi preso no mesmo dia em que os corpos foram encontrados, sendo este, o companheiro da adolescente e pai das duas crianças. O preso, na época, disse que cometeu o crime porque seu sogro estava querendo atrapalhar seu relacionamento.

    Conforme a Polícia Civil, no decorrer das investigações foram ouvidos os genitores da companheira do autor, e estes relataram que realmente não aceitavam o relacionamento desde o início, devido a grande diferença de idade dos conviventes. Foram ainda ouvidas testemunhas que disseram que o autor sempre achava que alguém poderia estar falando dele para o sogro, e que no domingo,  28 de novembro, o homem foi até uma mercearia comprar leite, estando sujo e chorando muito, dizendo que seu sogro estaria tentando atrapalhar sua relação com garota, mas quando perguntando por esta e pelas crianças, saiu rapidamente do local e passou a chorar desesperadamente.

    O investigado foi indiciado por homicídio qualificado por motivo torpe, pelo meio cruel utilizado, por ter tornado impossível a defesa das vítimas, bem como pela prática do feminicídio e por ter praticado o primeiro homicídio para assegurar a execução dos outros, estas duas últimas qualificadoras em face de sua companheira. O autor ainda foi indiciado pela prática da ocultação dos cadáveres.

    O inquérito foi encaminhado para a Justiça Pública de Lima Duarte.


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.