• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Segunda-feira, 10 de dezembro de 2018, atualizada Terça-feira, 11 de dezembro, às 14h00

    Servidores de JF aprovam estado de greve devido incerteza do pagamento do 13°

    Da redação

    No último 5° dia útil, o pagamento total dos salários de novembro dos servidores foi efetivado, conforme prometido pelo prefeito de Juiz de Fora, Antônio Almas, mas o impasse do 13° salário ainda continua. No último dia 29 de novembro, os servidores decidiram, em assembleia, com unanimidade dos votos, deflagrar greve em 21 de dezembro, caso o pagamento do abono natalino não seja efetivado até a data limite, que é dia 20. "Alguns funcionários da Empav, Secretaria de Obras e Demlurb que estavam presentes sinalizaram que já iniciariam operação tartaruga nos próximos dias", disse o vice-presidente do Sindicado dos Servidores Públicos de Juiz de Fora (Sinserpu-JF), Francisco Carlos da Silva.

    O vice-presidente falou à ACESSA.com que o Sinserpu começa esta semana a conscientização das bases sobre a atual situação de estado de greve. "Estamos aguardando chegar os cartazes para começarmos a rodar as bases, chamando para a mobilização. O prefeito já deixou claro na última reunião que não vai pagar o abono. Ele pediu compreensão da atual situação, mas o clima nas categorias é de revolta", afirma.

    A assessoria de comunicação da Secretaria da Fazenda disse que não houve atualização sobre a possibilidade de pagamento do 13°. Na última nota enviada à redação, a Prefeitura afirmou que devido aos constantes atrasos de repasses de verbas do Governo estadual para o município, o Executivo não poderia garantir o pagamento do abono neste ano. "Apesar de todos os esforços que a Administração Municipal vem tomando para garantir as contas em dia, sobretudo, com a atuação do Gabinete de Enfrentamento da Crise Fiscal (GECF), a dívida do estado referente às multas e juros do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) de 2017 e 2018,  além de recursos das áreas de saúde, assistência social, transporte escolar e multas de trânsito, já ultrapassa os R$ 194 milhões, o que vem prejudicando gravemente o equilíbrio fiscal administrativo".

    Quanto à sinalização de operação tartaruga, a assessoria da Empav e SO afirmou que não houve redução do número de efetivo nos trabalhos dos últimos dias.

    A assessoria de comunicação do Demlurb informou que não houve operação tartaruga no Departamento e que o serviço está sendo realizado normalmente.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.