• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Quinta-feira, 31 de janeiro de 2019, atualizada às 17h54

    Polícia Civil conclui investigação de homicídios em Juiz de Fora

    Da redação

    A Polícia Civil apurou os três casos de homicídio consumado ocorridos em Juiz de Fora, em janeiro. Conforme o titular da Delegacia Especializada de Homicídios, delegado Rodrigo Rolli, dois crimes foram cometidos no Bairro Vila Esperança I, nos dias 6 e 8, e o último foi praticado no dia 10, no bairro Vila Alpina. “Todos os homicídios de janeiro foram praticados por menores e os quatro menores estão acautelados”, ressaltou.

    Segundo a autoridade policial, a motivação dos crimes ocorridos no bairro Vila Esperança I foi a mesma, a divergência entre bairros. “Uma divergência entre os bairros Vila Esperança I e Vila Esperança II. As vítimas também estariam envolvidas com o tráfico de drogas. No caso do homicídio que vitimou um homem de 30 anos, no dia 8 de janeiro, há o envolvimento de dois jovens, de 15 anos, que já se encontram acautelados”, explicou, complementando que o caso que aconteceu no dia 6 também tem a participação de dois adolescentes. “De um jovem de 15 anos e de um dos adolescentes que também está envolvido no homicídio consumado do dia 8”, informou.

    Durante entrevista coletiva na 1ª delegacia Regional de Juiz de Fora, a autoridade policial também falou sobre a apuração do homicídio consumado que aconteceu no dia 10 de janeiro. Na ocasião, uma mulher de 48 anos foi encontrada morta no Bairro Vila Alpina. Segundo o Delegado, um jovem de 17 anos já se encontra acautelado. O caso teria como pano de fundo o tráfico de drogas.

    Corpo Carbonizado

    A Polícia Civil também apurou o homicídio consumado ocorrido em novembro de 2018, quando o corpo de um jovem de 18 anos foi encontrado carbonizado, no Bairro Parque Independência.

    De acordo com o titular da Delegacia Especializada de Homicídios, delegado Rodrigo Rolli, após investigações, dois suspeitos, de 20 e 30 anos, foram presos, ontem (30). A motivação do crime estaria ligada ao tráfico de drogas, já que a vítima não teria efetuado o pagamento dos entorpecentes para os autores.

    Os investigados se encontram na unidade prisional, à disposição da Justiça.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.