• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Quinta-feira, 28 de março de 2019, atualizada às 14h12

    Monsenhor Miguel Falabella renuncia ao cargo de vigário geral

    Da redação

    Após 17 anos como vigário geral, o Monsenhor Miguel Falabella de Castro renunciou o cargo no início deste mês. Segundo a assessoria da Arquidiocese de Juiz de Fora, o sacerdote apresentou solicitação para o arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, por motivos de idade e saúde.

    Monsenhor Falabella foi nomeado para a função em 2002, pelo agora arcebispo emérito, Dom Eurico dos Santos Veloso. A ocasião também marcou a sua despedida da Catedral Metropolitana, onde ficou por quase 40 anos, e a chegada à Paróquia São Geraldo do Bairro Teixeiras.

    Segundo o padre, entre as funções do vigário geral estão o despacho de atos oficiais em nome do arcebispo e o atendimento à população. “Sempre procurei atender com muito carinho as pessoas que me procuraram e penso que servi bem à Igreja de Deus nesses quase 17 anos de vigário geral”.

    Monsenhor Falabella reitera os motivos que o levaram a renunciar. “Consultei a palavra de Deus. Há tempo para tudo nesse mundo: tempo de nascer, tempo de morrer; tempo de começar, tempo de acabar; tempo de plantar, tempo de colher. Nessa minha idade, já quase 88 anos, vou agora celebrar 63 de sacerdote, diante de Deus eu achei que devia deixar o cargo para outras mãos mais jovens, mais entusiasmadas”.

    O arcebispo metropolitano, Dom Gil, diz que achou justo o pedido do monsenhor e aproveita para agradecer pelo serviço prestado nos últimos anos. “É um padre que nós temos no coração. Todo o clero o admira muito e por isso eu gostaria de agradecer ao Monsenhor Falabella pela sua disposição, seu jeito de viver o sacerdócio sempre exemplar, modelar. Que Deus o abençoe muito pelos serviços que vem prestando à Igreja”, finaliza.


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.