• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Quarta-feira, 3 de abril de 2019, atualizada às 10h29

    Homem é preso por agredir esposa no bairro Ponte Preta

    Da redação

    Um homem, de 59 anos, foi preso por ameaçar e agredir a esposa, 51, na noite de terça-feira, 2 de abril, no bairro Ponte Preta. A Polícia Militar (PM) foi acionada pelo próprio agressor pelo 190, que relatou que foi agredido pelo cunhado, 60, com uma arma de fogo.

    Ao chegar no local, a polícia se deparou com o solicitante na rua com ferimentos e sangramento na face e na região da orelha. Depois de confirmar a denúncia, a polícia foi até o endereço do agressor que contou outra versão dos fatos. Ele disse aos militares que surpreendeu o cunhado agredindo verbalmente sua irmã com as mãos no pescoço dela, como se estivesse a estrangulando. Para tentar separar os dois, o suspeito teria entrado em luta corporal com o homem, conseguindo colocá-lo para fora do imóvel até a chegada da viatura policial.

    Segundo o boletim de ocorrência, o irmão da mulher negou ter usado arma de fogo para ameaçar ou agredir o cunhado e que teria o revólver há 20 anos para proteger seu negócio e sua família, já que era comerciante. Como a arma estava em situação irregular, ele foi preso por porte ilegal.  

    Ao ser indagada pela PM, a mulher relatou que há cerca de sete anos vive em situação de união estável com o agressor, e que na data, devido a uma discussão familiar, foi agredida verbalmente com palavrões, tons e atitudes ameaçadoras e empurrões. A vítima também negou que o irmão teria usado arma de fogo para ameaçar seu companheiro. No momento das agressões, o homem ainda portava uma faca, que foi apreendida pela polícia.

    O esposo foi levado para UPA Norte, onde foi medicado e liberado.

    Os dois suspeitos foram encaminhados, junto com a mulher para a Delegacia de Plantão, em Santa Terezinha.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.