• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Sexta-feira, 5 de abril de 2019, atualizada às 09h39

    Operação retira 11 caminhões de entulho de casa de acumuladora no Santo Antônio

    Da redação

    Em mais uma força-tarefa de combate a dengue em Juiz de Fora, equipes da Prefeitura retiraram 11 caminhões de lixo e entulhos de dentro da residência de uma acumuladora, no bairro Santo Antônio. A ação ocorreu entre quarta, 3 de abril, e quinta-feira, 4, na rua Manoel Ribeiro de Almeida, com auxílio de cerca de 30 servidores, entre agentes de endemia, funcionários do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb), fiscais da Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) e guardas municipais. As frentes de trabalho visam combater focos do mosquito Aedes aegypti.

    No dia 27 de março já haviam sido retirados outros quatro caminhões de resíduos do quintal da residência. A ação desta semana contou com o apoio de uma assistente social do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Costa Carvalho, que avaliou o risco social da mulher.

    Mais de dois mil imóveis vistoriados

    Durante toda a força-tarefa no bairro Santo Antônio, 2.166 imóveis foram vistoriados pelos agentes de combate a endemias. Deste total, 191 foram resgatados, ou seja, estavam fechados, mas os agentes conseguiram localizar os proprietários. Nesta quinta-feira, por exemplo, duas residências, com piscinas e minas de água, estavam nesta situação. E os proprietários foram autuados e notificados pelos fiscais de posturas. Uma área já foi limpa.

    Os agentes também trataram, com larvicida, 1.533 depósitos, eliminaram outros 461 e telaram 28 caixas d'água destampadas. O bairro já recebeu cinco aplicações de inseticidas a ultra baixo volume (UBV), preconizadas para o controle do vetor Aedes aegypti. Na próxima semana, outra aplicação será realizada nos quarteirões com maiores números de notificações do Bairro Santo Antônio

    Durante esta semana, agentes também aplicaram UBV nos bairros Benfica, Borboleta e Granjas Betânia, além de terem aplicado larvicida em todas as marquises da Rua Santa Rita, região central da cidade.

    Panfletagem em Benfica

    Na terça-feira, 2, servidores da Secretaria de Saúde (SS) realizaram panfletagem na Rua Martins Barbosa, uma das principais do Bairro Benfica. O objetivo foi alertar a população sobre o perigo do Aedes aegypti. Esta é uma das quatro localidades de Juiz de Fora onde foram registrados os maiores números de focos do mosquito, junto com Granjas Betânia, Borboleta e Santo Antônio. Cerca de mil pessoas foram alcançadas pela ação.

    Ações de educação em saúde

    A Secretaria de Saúde Municipal intensificou também as ações de educação em saúde, com objetivo de sensibilizar a sociedade de que a luta contra o Aedes é um dever de todos. Somente nesta semana foram realizadas palestras e teatro de fantoches nas escolas Municipal “União da Betânia” e Estadual “Antônio Carlos” e Centro Educacional “ABC Encantado”. Nesta sexta-feira, 5, acontecerá mais uma palestra na sede do 4º Batalhão da Polícia Militar, em Santa Terezinha.

    Escolas e creches também estão sendo mobilizadas sobre os perigos do Aedes. Na tarde desta quinta-feira, 4, a gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (Dvea), Cecília Kosmann, ministra palestra para os diretores das creches municipais. O objetivo é sensibilizá-los para tratar o tema da dengue dentro das creches. E na noite desta quinta, ela se reúne com as lideranças do Bairro Borboleta.

    Fechamento do Palacete dos Fellet

    Depois da última limpeza que a equipe de combate a dengue realizou no Palacete dos Fellet, fiscais de postura autuaram e notificaram o proprietário do imóvel, para que fechasse o local, com objetivo de não acumular mais lixo no local, que é tombado. O fechamento foi realizado na terça-feira, 2.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.