• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Quinta-feira, 29 de agosto de 2019, atualizada às 12h54

    Jovem é morto e homem finge de morto para escapar de assassinato

    Da redação

    Um jovem, de 21 anos foi assassinado na tarde de quarta-feira, 28 de agosto, no Bairro Santa Cecília. Outro homem, de 38, também foi alvo dos tiros na Rua Adair Calais Lessa, mas conseguiu sobreviver ao se fingir de morto.

    A Polícia Militar (PM) foi acionada via rádio e deslocou até o endereço. Os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constataram o óbito no local e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).

    Conforme o boletim, a polícia conseguiu imagens da câmera de vigilância de uma das casas da rua que mostram toda ação dos criminosos. Na gravação, as vítimas aparecem saindo de casa e andando em direção a um Ford Ka estacionado, momento em que o motorista, que estava estacionado com Fiat Punto na mesma via, acelerou em direção aos homens. O carona, armado com pistola, desembarcou do carro e disparou várias vezes em direção as duas vítimas. O rapaz caiu na calçada, momento que o indivíduo atirou mais uma vez no outro morador, que fingiu de morto. Depois da dupla ir embora, ele conseguiu entrar no Ford Ka e escapar.

    A PM foi buscar mais informações na casa onde as vítimas moravam e uma testemunha relatou ter ouvido gritaria do imóvel da frente. A equipe tentou contato com algum morador, mas ao perceber forte cheiro de maconha vindo de dentro da casa, entrou no local pela janela que dava acesso a um dos quartos. Uma varredura foi feita pelos cômodos, sendo apreendidas pedras de crack e embalagens para droga.

    O homem que tinha sido alvo dos disparos foi preso em flagrante por tráfico de drogas e conduzido para a Delegacia da Polícia Civil. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.