• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020, atualizada às 10h45

    Minas Gerais terá nova placa de identificação veicular

    Da redação

    A partir desta segunda-feira, 17 de fevereiro, Minas Gerais adota o novo padrão de Placas de Identificação Veicular (PIV) pela Polícia Civil. A medida atende a uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e a adoção do modelo será obrigatória no primeiro emplacamento. "Os veículos com a antiga placa poderão continuar a circular, sendo exigido migrar para o novo padrão apenas quando houver transferência de estado ou município, mudança de categoria, perda, furto, roubo ou dano à identificação antiga" explica o texto da medida.

    Com a mudança, o modelo antigo, mais comum na cor cinza, deixa de ser fabricado. Por isso, em alguns casos, a nova PIV será exigida. "Mas, caso queiram, os proprietários de veículos que não se encaixam nos casos de obrigatoriedade também podem adquirir a nova placa”, explica o diretor do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), Kleyverson Rezende. No site do Detran-MG é possível consultar a lista de empresas credenciadas para comercializar a placa.

    Mudanças

    Diferente das antigas, em que a cor de fundo variava de acordo com a categoria, a nova placa apresenta o padrão de fundo branco com uma faixa azul na parte superior, contendo o logotipo do Mercosul, a palavra Brasil e a bandeira do país.

    Na nova PIV, o que vai diferenciar a categoria do veículo é a cor da fonte: preta para veículos particulares, vermelha para veículos comerciais, azul para veículos oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os veículos diplomáticos e prateado para os veículos de coleção.

    A sequência alfanumérica também mudou. O modelo anterior apresentava três letras e quatro números (LLL NNNN), as novas PIV possuem quatro letras e três números (LLL NLNN). O novo padrão permite mais de 450 milhões de combinações alfanuméricas, o que soluciona a escassez de combinações de letras e números das placas antigas, que acabariam em poucos anos.

    Todo processo de produção passa a ser controlado por um sistema nacional informatizado, criado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), em parceria com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). Para isso, as novas placas têm um Quick Response Code (QR Code) no canto superior esquerdo.

    O objetivo do mecanismo é assegurar o monitoramento de todo o processo, desde a produção, a logística, a estampagem, a instalação das placas até a verificação de autenticidade. Devido ao uso dessa tecnologia, o lacre de proteção não será mais utilizado. Por meio da leitura do QR Code com um aplicativo, os policiais e agentes de trânsito terão acesso às informações do veículo.

    Onde comprar

    Para comprar as novas placas, o proprietário de veículo precisa de uma autorização do Detran-MG. Com a permissão em mãos, o consumidor vai até a estampadora credenciada de sua preferência. A comercialização será feita mediante protocolo biométrico e foto do recebedor do material, conferindo mais segurança ao processo.

    Em razão da transição, o Detran-MG suspendeu, nesta segunda-feira, os serviços de vistoria, emplacamento e emissão de documentos de veículos. A previsão é que o sistema volte a funcionar normalmente nesta terça-feira.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.