• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade

    Defesa Civil registra 94 ocorrências nas últimas horas em Juiz de Fora 

    Jorge Júnior
    4/03/2020

    A Defesa Civil de Juiz de Fora registrou 94 ocorrências até as 23h dessa terça-feira, 2 de março. As principais solicitações foram queda de barreiras. Apesar do grande número de chamados, não houve nenhuma ocorrência grave, segundo a a pasta.

    As equipes mantiveram o plantão de atendimento às demandas por toda a madrugada e seguem na manhã desta quarta-feira, fazendo avaliação in loco de cada caso. Até o momento, o órgão contabiliza 55 novos chamados. O nível do rio Paraibuna chegou a 4m na madrugada e vem descendo lentamente. No momento a marca encontra-se em 3,93cm. Nas últimas 12 horas a chuva deu uma trégua. "O serviço social da Defesa Civil também está em campo para avaliação e acionamento do Plano Municipal de Contingência caso seja necessário. Nossa maior preocupação é com relação a deslizamento de terra. A população deve entrar em contato com Defesa Civil, pelo 199, diante de situações de risco iminente", destacou o subsecretário de Defesa Civil Jefferson Rodrigues.

    Em nota, o prefeito da cidade, Antônio Almas informou que transferiu o gabinete para a sede da Defesa Civil. "Estamos acompanhando, em tempo real, as ocorrências das chuvas que atingem Juiz de Fora. Estamos monitorando o rio Paraibuna e córregos com pontos de transbordamento. O projeto “Rede em Alerta”, que estabelece linha direta entre a Defesa Civil e as lideranças das associações de bairros, está nos ajudando a minimizar os possíveis transtornos causados pelas chuvas, através de informações rápidas e seguras dos sinais de alerta compartilhadas via WhatsApp.”


    O Corpo de Bombeiros atendeu 39 ocorrências em Juiz de Fora, totalizando 109 na Zona da Mata. "Durante o deslocamento do comboio fomos acionados para um deslizamento de terra na rua Francisco Altomar, que fica em um nível superior da Avenida Ibitiguaia. A terra cedeu e invadiu os cômodos dos fundos de uma residência. No entanto, não houve vítimas e três famílias foram orientadas a não pernoitar no local. O proprietário de uma lanchonete também foi orientado a fechar o estabelecimento". A Settra também interditou o trecho afetado.

    No Bairro Cerâmica várias ruas foram alagadas. O Corpo de Bombeiros precisou usar um bote para resgatar duas idosas no interior da residência. No Bairro Santa Cecília também foi registrado um deslizamento de terra, porém sem vítimas. Uma família se recusou a sair de casa. No Bairro Grajaú uma edificação foi interditada pela Defesa Civil".

    Manutenção nas ruas

    Em nota, a Secretaria de Obras (SO) afirmou que está atuando em oito bairros e na área rural nesta quarta-feira, 4. Um dos principais problemas é a obstrução de via pública. A SO está fazendo a desobstrução das ruas José Lourenço, no Bairro Borboleta, Expedicionário Antônio Novais e Benedito Sebastião, no Monte Castelo, Luiz Rocha, no Eldorado, Estelina Jesus de Oliveira, no Linhares, Pretestato Silva, no Santa Cecília e na Estrada de Caeté.

    Além disso, uma equipe está atuando na Avenida Senhor dos Passos, no São Pedro. Foi escoada a água que estava empoçada e iniciada abertura de vala para construção de nova rede de drenagem. Com a finalização da obra, a Empresa Municipal de Pavimentação e Urbanização (Empav) fará a recomposição asfáltica do trecho. Servidores trabalham, ainda, na manutenção de rede de drenagem na Avenida Deusdedit Salgado, no Teixeiras.

    Na área rural, as equipes atuam na colocação de escória, em pontos críticos, na estrada principal de Toledos, na ligação entre Rosário de Minas e Buieié, e no trecho entre Valadares a Palmital, onde também foi retirada barreira. Já na Serra da Saudade, em Valadares, está sendo feita a construção de muro de rip rap e de bueiro. Em Pirapetinga e Jacutinga está sendo feita a retirada de barreira.

    Tempo

    As chuvas devem permanecer fortes nesta quarta-feira, 4 de março, em Minas Gerais. Com a intensa atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), mantendo o tempo instável, podem haver deslizamentos de encostas e enxurradas nas regiões Centro, Norte, Sudeste e Leste do estado. A previsão é que o tempo se mantenha nublado e com bastante chuva para os próximos dias nas regiões de Minas. Em Juiz de Fora, o céu permanece nublado a encoberto com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. Os termômetros devem girar entre 16ºC e 25ºC.

    Minas Gerais

    Em Minas, 196 cidades decretaram situação de anormalidade relacionadas às chuvas. O município de Ibirité decretou estado de calamidade pública e outras 47 cidades, estão em situação de emergência. De 01 de outubro de 2019 a 2 de março de 2020, 72 pessoas morreram por conta das chuvas, sendo que uma foi em Juiz de Fora. Além disso, 10069 pessoas estão desalojadas, 2771 desabrigadas, 81 feridas.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.