• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Segunda-feira, 30 de março de 2020, atualizada às 17h13

    Polícia Civil e PRF distribuem almoço para caminhoneiros na BR-040

    Da redação

    A Polícia Civil distribuiu marmitas e refrigerantes aos caminhoneiros na manhã desta segunda-feira, 30 de março, na BR-040, próximo ao distrito de Dias Tavares, em Juiz de Fora. A ação solidária em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

    Para fazer a distribuição, a Polícia Civil arrecadou doações de marmitas e refrigerantes de estabelecimentos privados. Também colaborou com o ato, a Polícia Rodoviária Federal (PRF). “Temos como objetivo servir à sociedade, então, além do enfrentamento à criminalidade, em um momento como esse, temos que contribuir de outras maneiras, na medida das nossas possibilidades, sobretudo, direcionando nossa atenção à situação dos caminhoneiros. Cabe a esses profissionais o abastecimento das cidades, mesmo em meio às dificuldades de encontrar estabelecimentos abertos”, destacou o delegado Regional de Juiz de Fora, Armando Avólio Neto.

    Segundo o chefe do 4º Departamento, delegado-Geral Gustavo Adélio Lara Ferreira, a Polícia Civil, assim como outros serviços essenciais à população, não param durante a pandemia do Covid-19, inclusive, na área do Departamento, que abrange as Delegacias Regionais de Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina, Muriaé e Viçosa. “Seguimos atuantes, adotando os devidos cuidados no enfrentamento ao coronavírus e combatendo a criminalidade”, concluiu.

    Delegacia Virtual

    Mesmo que os órgãos de Segurança Pública estejam em funcionamento, para evitar o deslocamento até uma unidade policial, a população tem a opção de acessar online a Delegacia Virtual, que possibilita o registro de sete tipos de ocorrências: furto, perda de documentos e objetos, acidentes de trânsito sem vítima, dano, desaparecimento de pessoa, localização de desaparecido e localização de desconhecido.

    Os registros podem ser feitos pelo smartphone ou computador, de qualquer lugar, para fatos ocorridos em Minas Gerais, no prazo de até 30 dias. O acesso direto à Delegacia Virtual é pelo endereço eletrônico www.delegaciavirtual.sids.mg.gov.br. A ferramenta também está no MG App, disponível para Android. Basta o usuário se direcionar ao menu “Segurança” e acessar a opção correspondente.

    Após preenchimento e envio dos formulários, a ocorrência passa por uma triagem, que funciona 24 horas por dia. Em até 15 minutos, é emitida uma mensagem ao solicitante com o número do Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), antigo boletim de ocorrência, e a forma de acessá-lo, possibilitando também a impressão. Segundo a Polícia Civil, a ocorrência feita virtualmente tem o mesmo valor jurídico. O registro é direcionado automaticamente à delegacia do local do fato para se investigar, normalmente, como se fosse registrada de forma presencial. Havendo alguma inconsistência quanto aos dados informados, o cidadão é orientado sobre como proceder.

    Atendimentos mantidos

    A Polícia Civil informa, ainda, que estão mantidos os atendimentos presenciais em todas as unidades, para os casos urgentes, tais como autos de prisão em flagrante, homicídio e feminicídio, estupro, violência doméstica, sequestro e cárcere privado, roubo, furtos de veículos com prisão de suspeito, riscos de perecimento da prova, entre outros, a critério da autoridade policial.

    O atendimento presencial ao público acontece de segunda a sexta-feira, no horário regular de expediente da unidade, mediante agendamento. No período das 14h às 18h, não havendo demanda previamente agendada, atende exclusivamente para registro de ocorrências indisponíveis na Delegacia Virtual.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.