• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Terça-feira, 7 de abril de 2020, atualizada às 13h00, atualizada às 17h29

    Operação conjunta fiscaliza estabelecimentos comerciais na Zona da Mata

    Da redação

    Ações integradas entre Polícia Civil de Minas Gerais e unidades de Procon ocorrem, nesta terça-feira, 7 de abril, em municípios da Zona da Mata para combater preços abusivos, bem como a falsificação de álcool em gel, em tempos de coronavírus.  

    Desde a última semana, estão sendo realizadas operações integradas entre a PC e unidades de Procon para promover fiscalização em estabelecimentos comerciais situados no âmbito do 4º Departamento, que abrange as Delegacias Regionais de Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina, Muriaé e Viçosa. De acordo com o chefe de departamento, delegado-geral Gustavo Adélio Lara Ferreira, a ação ocorre nas cidades de Juiz de Fora, Muriaé e Carangola. Já na última sexta-feira, 3, os trabalhos foram efetuados nas cidades de Leopoldina e de Viçosa.

    Nesta terça-feira, 7 de abril, fiscalizações já foram realizadas nessas cidades e, a princípio, não foram constatadas irregularidades, inclusive, na região de São João Nepomuceno, também foram efetuadas diligências na tarde de segunda-feira, 6. Policiais civis estiveram presentes em estabelecimentos comerciais da região leste de Juiz de Fora, bem como em farmácias e supermercado da área central, com apoio de fiscais do Procon. Assim como agentes também atuaram em Carangola, junto com o Procon, em supermercados. Nestes locais, ocorreu a apresentação de tabelas dos valores das mercadorias relativos aos últimos três meses e notas fiscais dos produtos que tiveram aumentos.

    Além disso, também aconteceu operação da Polícia Civil voltada para a fiscalização, com orientações a proprietários de pontos de comércio de gêneros essenciais e de farmácias em todo o município de Tombos. Foram abordados assuntos sobre a legislação que trata das relações de consumo, de economia popular e de ordem econômica, bem como a implicação disso no que se refere à venda de produtos e de insumos destinados ao enfrentamento e à amenização dos riscos e efeitos da pandemia do Covid-19. Foram catalogados preços de variados produtos, desde gêneros alimentícios a produtos farmacêuticos, principalmente, álcool em gel, máscaras e luvas, por conta do aumento da procura dos itens pela sociedade, nesse período.

    A Polícia Civil informa que ações com essa finalidade serão realizadas em outros estabelecimentos. “As operações continuam em andamento, no âmbito do 4º Departamento, inclusive em parcerias com outras instituições, com o intuito de inibir tais condutas e de gerar benefícios à economia e à saúde dos cidadãos”, concluiu o delegado-geral.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.