Corpo de Bombeiros alerta sobre possível golpe em Juiz de Fora

da Redação - 06/04/2021

O 4° Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais divulgou uma nota esclarecendo que não realiza vistorias em recipientes de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), principalmente em edificações unifamiliares. Segundo o texto, "um indivíduo estaria visitando residências em Juiz de Fora, alegando estar realizando verificação de recipientes de GLP para o Corpo de Bombeiros Militar, cobrando R$ 230 a visita". 

Conforme a assessoria, o "CBMMG não delega  missões afetas ao Serviço de Segurança Contra Incêndio e Pânico a terceiros, portanto nenhuma pessoa física ou jurídica tem ou terá delegação para execução de qualquer tipo de vistoria de competência institucional".

-O CBMMG não realiza qualquer tipo de cobrança numerária, diversa da prevista legalmente, sendo que o pagamento de taxas previstas legalmente são realizados exclusivamente através de Documento de Arrecadação Estadual (DAE). Nunca com cobrança e recebimento imediato, em espécie;

-O CBMMG executa suas ações e operações de competência Institucional exclusivamente com militares fardados e devidamente identificados.

Orientamos que caso algum cidadão seja surpreendido em sua residência por algum suspeito com a intenção de realizar vistoria de tal natureza ou similar, que:

- Não franqueie o acesso de sua residência a tal suspeito;
- Acione imediatamente a Polícia Militar, via 190 e o Corpo de Bombeiros Militar, via 193 para a tomada de providências legais cabíveis.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.