Dois suspeitos são presos por envolvimento ao tráfico de drogas em Juiz de Fora

por Jorge Júnior - 26/04/2021

Nesta segunda-feira, 26 de abril, a Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou uma ação, na região nordeste do município de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, visando combater o tráfico ilícito de drogas. Após trabalhos investigativos, a equipe da Delegacia de Combate ao Narcotráfico efetuou a prisão de dois suspeitos, de 19 e 21 anos, por tráfico e por associação para o tráfico. Além disso, no total, foram apreendidos maconha, 32 comprimidos de ecstasy, 23 pontos de LSD, três pedras de cocaína, uma embalagem com cocaína em pó, cinco comprovantes de depósitos bancários, entre outros materiais.

Conforme informações do delegado Rafael Gomes, levantamentos apontaram que o investigado mais novo recebia as drogas por meio de serviços de entrega. “Posteriormente, ele repassava ao seu suposto ‘patrão’, que fazia a revenda em toda a cidade de Juiz de Fora”, explica, complementando que, inicialmente, o rapaz de 21 anos foi preso em flagrante, no bairro Granjas Bethânia, no momento em que recebia a encomenda - que teria vindo do Mato Grosso do Sul e que continha maconha para ser distribuída no município. “A droga teria saído da Colômbia para o Mato Grosso do Sul e deste estado para a cidade de Juiz de Fora. Seria uma droga denominada de Colombian Gold, que teria alto valor de mercado e maior pureza”, informa.

Em seguida, o outro investigado também foi preso em flagrante no mesmo bairro, quando estava aguardando a entrega do material. “Realizamos a abordagem e ele estava no interior do seu veículo. Na residência dele apreendemos cocaína, conhecida como ‘nine-nine’, pontos de LSD, comprimidos de ecstasy, maconha, material para embalar a droga e balança de precisão. Além disso, foram apreendidos cinco comprovantes de depósitos bancários no valor de R$1500 cada, quantia que ele teria efetuado o pagamento para adquirir a maconha”, conclui.

Os suspeitos foram encaminhados à 1ª Delegacia Regional em Juiz de Fora, onde os flagrantes foram ratificados. Posteriormente, eles foram conduzidos até o sistema prisional, permanecendo à disposição da Justiça.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.