PJF faz campanha para arrecadação de doações para abrigo emergencial

O abrigo emergencial foi criado pela prefeitura para acolher pessoas em situação de rua durante as noites frias

da Redação - 07/07/2021

A campanha “Juiz de Fora Solidária no Frio”, criada pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) para arrecadação de cobertores e colchões novos que serão doados à população em situação de rua e famílias em situação de vulnerabilidade social no município, está ampliando seu foco, com o objetivo de prestar melhor assistência aos acolhidos do abrigo emergencial. Neste sentido, a partir desta terça-feira, 6, a iniciativa passará a arrecadar utensílios descartáveis (copos, colheres, garfos e cumbucas) que serão direcionados, de forma imediata, para o abrigo temporário instalado no prédio da Em Casa. Estes itens serão utilizados para servir o café da manhã e as refeições noturnas oferecidas no local.

O secretário Especial de Direitos Humanos, Biel Rocha, manifesta seu agradecimento a todos que têm colaborado com a iniciativa e reforça a necessidade de continuidade da mobilização. “Primeiramente, eu quero agradecer à pronta e imediata solidariedade da comunidade de Juiz de Fora, em especial, aos servidores da Prefeitura, de algumas empresas da cidade e à população de maneira geral, que responderam, tão logo iniciamos a campanha. Essas dezenas de cobertores, de roupas, colchões e outros itens tiveram um destino certo e atenderam a quem mais precisa, nesse momento, desse acolhimento e dessa proteção. Continuamos a campanha e outros itens agora são necessários, em função do abrigo emergencial e outros que serão abertos. E novamente contamos com a solidariedade e apoio de nossa comunidade.”

Desde que foi iniciada, no último dia 22 de junho, a campanha “Juiz de Fora Solidária no Frio” já arrecadou cerca de 1.200 cobertores e 60 colchões, sendo que, grande parte destes itens foram entregues ao Comitê Permanente de Gestão de Situações de Baixas Temperaturas e repassados para o abrigo temporário.

A mobilização é uma iniciativa da Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH), em parceria com as Secretarias de Governo, de Assistência Social e de Saúde, por meio do Consultório na Rua, e será realizada durante o inverno. Os interessados em contribuir podem entregar suas doações em um dos três pontos de recolhimento da campanha “Juiz de Fora Solidária no Frio”.

Confira os pontos de recolhimento:

-Prédio da Prefeitura: Avenida Brasil, 2.001, no Centro, das 8h às 18h
-Passe Livre, Rua Fonseca Hermes: 143, Centro, das 8h às 17h
-Casa da Mulher: Avenida Garibalde Campinhos, 169, Vitorino Braga (antigo prédio da Defesa Civil), das 7h30 às 17h

Abrigo emergencial

O abrigo emergencial foi criado pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) com o objetivo de acolher pessoas em situação de rua durante as noites frias, reduzindo os impactos das baixas temperaturas sobre esta população. O espaço conta com 50 leitos e está funcionando no prédio da Empresa Regional de Habitação de Juiz de Fora (Emcasa), localizado na Avenida Sete de Setembro, 975. As vagas são preenchidas por ordem de chegada, com entrada a partir de 17h, pela Avenida Brasil, e o horário de saída é até às 9h. A iniciativa possui uma dinâmica diferente dos albergues existentes na cidade e tem como proposta oferecer conforto, alimentação, dignidade, segurança e respeito aos acolhidos. A iniciativa integra as ações do Plano de Contingência para Situações de Baixas Temperaturas estabelecido pela Portaria N.º 11.685.

Outras informações:

Secretaria Especial de Direitos Humanos (Sedh) - (32) 3690-7331 - ou sedh@pjf.mg.gov.br

Com informações da PJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.