Polícia Civil apura roubos a joalherias em Juiz de Fora

Apurações indicaram que eles também teriam praticado outros dois roubos a joalherias

da Redação - 02/09/2021

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) ratificou as prisões em flagrante de dois suspeitos, de 22 e 26 anos, encaminhados à delegacia pela Polícia Militar, após tentativa de roubo a uma joalheria, ocorrida no Centro de Juiz de Fora, nesta quarta-feira, 1° de setembro. Apurações indicaram que eles também teriam praticado outros dois roubos a joalherias na cidade, entre eles, um cometido no dia 17 de agosto, em um shopping localizado na Zona Sul, e outro ocorrido no dia 16 de agosto, na Galeria Bruno Barbosa, na área central da cidade.

Durante coletiva de imprensa realizada na quarta-feira (1/9), o titular da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, delegado Rogério Woyame,  explicou que a dupla e vítimas envolvidas nos três crimes foram ouvidas na unidade policial, onde os flagrantes foram ratificados por roubo tentado, assim como associação criminosa. A PCMG também já representou – junto ao Poder Judiciário - pela prisão preventiva dos investigados, em razão da prática dos dois crimes de roubo consumado.  Eles foram encaminhados ao sistema prisional, permanecendo à disposição da Justiça.

Na ocasião, a tenente Camila Fortes também falou sobre a prisão dos suspeitos. Segundo ela, os homens foram detidos durante patrulhamento preventivo realizado pela Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), na região central de Juiz de Fora.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.