Um homem de 45 anos foi preso na manhã do último sábado, 18 de setembro, no Bairro Sagrado Coração de Jesus, em Juiz de Fora, por suspeita de torturar a esposa, de 41 anos, e o próprio filho, de 19 anos, utilizando uma barra de ferro e um martelo.  

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, as agressões ocorreram durante toda a madrugada, e o motivo seria a acusação de que o homem teria estuprado a própria filha. As vítimas foram socorridas com lesões graves.

O Samu também compareceu ao local para atender as vítimas e identificou que a mulher apresentava confusão mental, lesões no crânio, fratura em ambos os braços e cortes nas mãos e em ambas as pernas. O filho do casal também tinha feridas nas duas pernas, fratura em membro superior e hematomas no pescoço. As vítimas foram internadas em estado grave no HPS.

Por volta das 17h10, o suspeito das agressões foi localizado após retornar à residência. Ele foi preso e encaminhado à delegacia. O caso foi registrado como tortura.

-

Um homem de 45 anos foi preso na manhã do último sábado, 18 de setembro, no Bairro Sagrado Coração de Jesus, em Juiz de Fora, por suspeita de torturar a esposa, de 41 anos, e o próprio filho, de 19 anos, utilizando uma barra de ferro e um martelo.  

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, as agressões ocorreram durante toda a madrugada, e o motivo seria a acusação de que o homem teria estuprado a própria filha. As vítimas foram socorridas com lesões graves.

O Samu também compareceu ao local para atender as vítimas e identificou que a mulher apresentava confusão mental, lesões no crânio, fratura em ambos os braços e cortes nas mãos e em ambas as pernas. O filho do casal também tinha feridas nas duas pernas, fratura em membro superior e hematomas no pescoço. As vítimas foram internadas em estado grave no HPS.

Por volta das 17h10, o suspeito das agressões foi localizado após retornar à residência. Ele foi preso e encaminhado à delegacia. O caso foi registrado como tortura.

Um homem de 45 anos foi preso na manhã do último sábado, 18 de setembro, no Bairro Sagrado Coração de Jesus, em Juiz de Fora, por suspeita de torturar a esposa, de 41 anos, e o próprio filho, de 19 anos, utilizando uma barra de ferro e um martelo.  

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, as agressões ocorreram durante toda a madrugada, e o motivo seria a acusação de que o homem teria estuprado a própria filha. As vítimas foram socorridas com lesões graves.

O Samu também compareceu ao local para atender as vítimas e identificou que a mulher apresentava confusão mental, lesões no crânio, fratura em ambos os braços e cortes nas mãos e em ambas as pernas. O filho do casal também tinha feridas nas duas pernas, fratura em membro superior e hematomas no pescoço. As vítimas foram internadas em estado grave no HPS.

Por volta das 17h10, o suspeito das agressões foi localizado após retornar à residência. Ele foi preso e encaminhado à delegacia. O caso foi registrado como tortura.