Segunda-feira, 10 de agosto de 2015, atualizada às 13h

Idoso de 70 anos é preso suspeito de abusar de menina de dez anos

estupro

Um idoso, de 70 anos, foi preso como suspeito de estuprar uma menina, 10 anos, nesta segunda-feira, 10 de agosto, pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher. A vítima também tinha sido violentada pelo tio, 35, que foi preso no dia 20 de julho, após confirmado os indícios do crime através da gravação de um vídeo feito pelo próprio irmão da garota. Conforme a delegada Ione Maria Moreira, a prisão foi uma continuidade do inquérito anterior, sendo registrado um segundo suspeito de abusar da mesma criança.

A delegada relata que na primeira etapa das investigações a equipe tinha evidências suficientes para pedir a prisão preventiva do primeiro suspeito, que era o parente da vítima. "Como ele estava próximo da menina, demos maior celeridade nesta fase inicial. Após o inquérito retornar à Delegacia, investigamos um segundo suspeito de estuprá-la. Ouvimos mais testemunhas e concluímos que o idoso realmente teria praticado ato libidinoso com a mesma vítima", explica.

Os abusos aconteceram há três meses, quando a menina passou 15 dias em uma residência próxima a casa do homem, que tinha ligação com a família da garota, na região Norte. A prisão preventiva foi representada ao Ministério Público e decretada pelo juiz, sendo cumprido mandado nesta segunda, por volta das 6h30, na residência do idoso. Ione afirma que o suspeito não apresentou resistência e em depoimento não confessou o crime, dizendo que brincava com a menina, fazia cocegas e a colocava no colo, mas sem maldade.

Em julho, a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher prendeu um homem, 35, suspeito de estuprar a sobrinha, de 10. De acordo com a delegada Ione Moreira o irmão e a mãe da vítima denunciaram o fato, sendo que a vítima vinha sendo estuprada desde janeiro de 2015, quando o suspeito se mudou para o bairro Nossa Senhora de Aparecida.

A mãe trabalha fora em outro bairro, o irmão estuda e a vítima ficava sozinha. O suspeito aproveitava essas brechas e ia até o local quando não tivesse ninguém. A garota se abriu, falou o que estava acontecendo ao irmão e ele contou à família, mas, por se tratar de um tio, não acreditaram e pediram provas. Em seguida, segundo Ione, o irmão fingiu que ia à escola e se escondeu dentro de uma cômoda e, pela fresta, filmou o ato. Ele mostrou aos familiares e, um deles, excluiu o vídeo. Mas parte do material foi recuperada pela polícia.

O parente que apagou as imagens foi indiciado por obstrução do processo e responde em liberdade já a vítima passa por tratamentos psicológicos.


-
Segunda-feira, 10 de agosto de 2015, atualizada às 13h

Idoso de 70 anos é preso suspeito de abusar de menina de dez anos

estupro

Um idoso, de 70 anos, foi preso como suspeito de estuprar uma menina, 10 anos, nesta segunda-feira, 10 de agosto, pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher. A vítima também tinha sido violentada pelo tio, 35, que foi preso no dia 20 de julho, após confirmado os indícios do crime através da gravação de um vídeo feito pelo próprio irmão da garota. Conforme a delegada Ione Maria Moreira, a prisão foi uma continuidade do inquérito anterior, sendo registrado um segundo suspeito de abusar da mesma criança.

A delegada relata que na primeira etapa das investigações a equipe tinha evidências suficientes para pedir a prisão preventiva do primeiro suspeito, que era o parente da vítima. "Como ele estava próximo da menina, demos maior celeridade nesta fase inicial. Após o inquérito retornar à Delegacia, investigamos um segundo suspeito de estuprá-la. Ouvimos mais testemunhas e concluímos que o idoso realmente teria praticado ato libidinoso com a mesma vítima", explica.

Os abusos aconteceram há três meses, quando a menina passou 15 dias em uma residência próxima a casa do homem, que tinha ligação com a família da garota, na região Norte. A prisão preventiva foi representada ao Ministério Público e decretada pelo juiz, sendo cumprido mandado nesta segunda, por volta das 6h30, na residência do idoso. Ione afirma que o suspeito não apresentou resistência e em depoimento não confessou o crime, dizendo que brincava com a menina, fazia cocegas e a colocava no colo, mas sem maldade.

Em julho, a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher prendeu um homem, 35, suspeito de estuprar a sobrinha, de 10. De acordo com a delegada Ione Moreira o irmão e a mãe da vítima denunciaram o fato, sendo que a vítima vinha sendo estuprada desde janeiro de 2015, quando o suspeito se mudou para o bairro Nossa Senhora de Aparecida.

A mãe trabalha fora em outro bairro, o irmão estuda e a vítima ficava sozinha. O suspeito aproveitava essas brechas e ia até o local quando não tivesse ninguém. A garota se abriu, falou o que estava acontecendo ao irmão e ele contou à família, mas, por se tratar de um tio, não acreditaram e pediram provas. Em seguida, segundo Ione, o irmão fingiu que ia à escola e se escondeu dentro de uma cômoda e, pela fresta, filmou o ato. Ele mostrou aos familiares e, um deles, excluiu o vídeo. Mas parte do material foi recuperada pela polícia.

O parente que apagou as imagens foi indiciado por obstrução do processo e responde em liberdade já a vítima passa por tratamentos psicológicos.


Segunda-feira, 10 de agosto de 2015, atualizada às 13h

Idoso de 70 anos é preso suspeito de abusar de menina de dez anos

estupro

Um idoso, de 70 anos, foi preso como suspeito de estuprar uma menina, 10 anos, nesta segunda-feira, 10 de agosto, pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher. A vítima também tinha sido violentada pelo tio, 35, que foi preso no dia 20 de julho, após confirmado os indícios do crime através da gravação de um vídeo feito pelo próprio irmão da garota. Conforme a delegada Ione Maria Moreira, a prisão foi uma continuidade do inquérito anterior, sendo registrado um segundo suspeito de abusar da mesma criança.

A delegada relata que na primeira etapa das investigações a equipe tinha evidências suficientes para pedir a prisão preventiva do primeiro suspeito, que era o parente da vítima. "Como ele estava próximo da menina, demos maior celeridade nesta fase inicial. Após o inquérito retornar à Delegacia, investigamos um segundo suspeito de estuprá-la. Ouvimos mais testemunhas e concluímos que o idoso realmente teria praticado ato libidinoso com a mesma vítima", explica.

Os abusos aconteceram há três meses, quando a menina passou 15 dias em uma residência próxima a casa do homem, que tinha ligação com a família da garota, na região Norte. A prisão preventiva foi representada ao Ministério Público e decretada pelo juiz, sendo cumprido mandado nesta segunda, por volta das 6h30, na residência do idoso. Ione afirma que o suspeito não apresentou resistência e em depoimento não confessou o crime, dizendo que brincava com a menina, fazia cocegas e a colocava no colo, mas sem maldade.

Em julho, a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher prendeu um homem, 35, suspeito de estuprar a sobrinha, de 10. De acordo com a delegada Ione Moreira o irmão e a mãe da vítima denunciaram o fato, sendo que a vítima vinha sendo estuprada desde janeiro de 2015, quando o suspeito se mudou para o bairro Nossa Senhora de Aparecida.

A mãe trabalha fora em outro bairro, o irmão estuda e a vítima ficava sozinha. O suspeito aproveitava essas brechas e ia até o local quando não tivesse ninguém. A garota se abriu, falou o que estava acontecendo ao irmão e ele contou à família, mas, por se tratar de um tio, não acreditaram e pediram provas. Em seguida, segundo Ione, o irmão fingiu que ia à escola e se escondeu dentro de uma cômoda e, pela fresta, filmou o ato. Ele mostrou aos familiares e, um deles, excluiu o vídeo. Mas parte do material foi recuperada pela polícia.

O parente que apagou as imagens foi indiciado por obstrução do processo e responde em liberdade já a vítima passa por tratamentos psicológicos.