Juiz de Fora - MG

Prefeitura suspende contrato com empresa terceirizada

Trabalhadores aguardam o pagamento das férias, que ainda não foi realizado pela empresa Especialy

por redação - 05/07/2022

O contrato entre a Prefeitura de Juiz de Fora e a prestadora de serviços Especialy Terceirização foi suspenso pelo município nessa terça-feira (5). A empresa é responsável pela gestão de contratos de funcionários terceirizados ligados à Secretaria de Educação. De acordo com a Prefeitura, será cumprido o prazo legal de cinco dias para que a entidade possa se defender do processo de rescisão.

Colaboradores ligados à empresa fizeram manifestação no Centro nessa segunda-feira (4), reivindicando a regularização do pagamento. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio, Conservação e Limpeza Urbana de Juiz de Fora e Região (Sinteac) solicitou em junho a mediação do Ministério do Trabalho para cobrar o pagamento de férias dos colaboradores da limpeza e cozinha, que prestam serviços para as Escolas Municipais.

Os valores, conforme o Sinteac, deveriam ter sido pagos até dois dias antes do início do gozo do período de férias, o que deveria ter ocorrido no dia (1º). Ainda segundo o Sindicato, a Prefeitura também notificou a empresa a respeito do pagamento.

Em função desse problema, o Sinteac adotou medidas judiciais para que os trabalhadores possam receber. Além disso, o sindicato orientou os terceirizados a não assinar qualquer acordo individual para o parcelamento dos valores relativos às férias.

Na nota publicada pela Prefeitura, na qual ela informa sobre a suspensão do contrato, o município afirma que fará o depósito em juízo, para garantir o pagamento das férias dos trabalhadores, que ainda não foi realizado pela empresa.

Foto: Ronaldo Chefão




A Acessa.com entrou em contato por email com a Especialy Terceirização e aguarda o retorno.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.