Divulgação Ministério da Saúde - Recomendação é de que as pessoas que ainda não tomaram a dose de reforço compareçam aos postos de vacinação

Nos últimos dias alguns estados do País têm registrado um número crescente de casos positivos de Covid-19 e um aumento no número de atendimentos em clínicas e hospitais. Em Minas Gerais esse cenário não procura por enquanto. Em Juiz de Fora também não há nenhuma mudança em qualquer protocolo por conta desse quadro. As autoridades reforçam, no entanto, a necessidade da vacinação e doses de reforço. Veja abaixo a nota do Governo de Minas sobre o assunto:

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que mantém o monitoramento constante da pandemia de covid-19 no estado. Até o momento, os dados não apontam para o aumento significativo dos casos confirmados e nem de internações.

Como os números relativos especificamente aos casos de covid são baixos, analisa-se, conjuntamente, os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) para melhor compreensão e interpretação de cenário em relação às internações nesse último mês.

A SES-MG esclarece que o uso de máscaras é facultativo e segue indicado para pessoas que apresentem sintomas gripais e os grupos mais vulneráveis, como idosos e portadores de comorbidades, especialmente em locais de aglomeração.

A Secretaria reforça que a principal estratégia de prevenção é a imunização, sendo essa a forma mais segura e eficaz de se interromper a circulação do vírus. Sendo assim, quem ainda não buscou a vacinação de reforço contra covid-19 deve procurar a unidade de saúde para ser imunizado.

Neste momento, em linhas gerais, os números de casos novos são relativamente baixos se comparados aos momentos mais críticos da pandemia. A situação epidemiológica da covid-19 não demonstra uma subida no registro de óbitos pela doença no estado. O número de solicitações de internação diárias em Minas permanece em queda e a Secretaria não vê riscos de sobrecarga do serviço de saúde.

A SES-MG vem atuando ativamente na coordenação e treinamento dos municípios para estabelecer estratégias eficazes para melhoria da cobertura vacinal, como busca ativa e vacinação extramuro nos 853 municípios mineiros. Além disso, a pasta segue avaliando regionalmente os indicadores, tanto de casos novos, quanto de internações e, caso seja necessária alguma medida, esta será adotada.

Leia mais em Ricardo Ribeiro

Arte Acessa - Coluna

Tags:
Minas Gerais

COMENTÁRIOS: