Produto similar: parece, mas não é!
O preço inferior nem sempre significa promoção. Na verdade, o que o consumidor leva é produto similar e não o original.
Leia atentamente o rótulo da mercadoria!

Djenane Pimentel
Repórter
08/03/05

A superintendente do Procon, Lea Ganimi, informa que supermercados têm obrigação de diferenciar os produtos nas prateleiras

Ouça!

Foto ACESSA.com O consumidor mais atento já deve ter percebido que o requeijão praticamente desapareceu das prateleiras dos supermercados. Em seu lugar, entrou a especialidade láctea à base de requeijão. E não é só isso: para cada torrada, existe um tipo de torrada, que, na verdade, é um biscoito em forma de torrada. Também existe o óleo composto de soja e oliva saborizado, similar do azeite de oliva. Ou o creme vegetal, no lugar da margarina.

Lea Ganimi. Foto ACESSA.com A alteração, no entanto, não é ilegal, já que o rótulo traz a composição e informa do que se trata o produto, mesmo que com letras minúsculas, na maioria das vezes. Por causa disso, órgãos de Defesa do Consumidor, como o Procon, alertam para que as pessoas fiquem atentas para não levar para casa um produto diferente do que procuram.

Segundo a superintendente do Procon de Juiz de Fora, Lea Ganimi, os supermercados devem colocar informações bem claras ao consumidor, informando a diferença entre os produtos nas prateleiras, para que ele compre o que realmente deseja. "Se o local não tem a indicação correta do produto, o estabelecimento terá a obrigação de trocá-lo, se o consumidor assim o exigir", informa.

A brigas nas prateleiras
Produtos brasileiros disputam espaço com importados e similares nas prateleiras, e a embalagem é o vendedor silencioso. Se considerarmos que cerca de 18 mil novos produtos* chegam ao Mercado anualmente, e que a grande maioria não aparece em comerciais de qualquer espécie, pode-se considerar a embalagem como uma grande ferramenta de auto-promoção.

As mercadorias similares geralmente têm a mesma aparência, as mesmas palavras-chave na embalagem e preços semelhantes - mas um pouco inferiores - aos dos produtos "originais". O preço inferior, no entanto, faz com que, muitas vezes, o consumidor desavisado e desatento, leve para casa gato por lebre.

Não que o produto similar seja sempre inferior ao "original". Mas, nem sempre é aquele o produto que o consumidor queria comprar. Como, por exemplo, o leite e a bebida láctea (veja diferença abaixo).

A superintendente do Procon, juntamente com a equipe da ACESSA.com, visitou um supermercado de Juiz de Fora, e notou alguns erros na colocação dos produtos nas gôndolas. "Os estabelecimentos não podem vender um produto com o nome de bebida láctea junto aos leites longa vida e, desta forma, induzir o consumidor a comprar um produto achando que está comprando outro", informa Lea Ganimi. E poucas são as pessoas que notam a diferença na hora, e até mesmo mais tarde, justamente por falta de atenção e por não ler a embalagem corretamente.

Foto ACESSA.com Foto ACESSA.com
Leite X Bebida Láctea Torrada X
Tipo de Torrada (biscoito)

Foto ACESSA.com Foto ACESSA.com
Azeite de Oliva X
Óleo composto de soja
Requeijão X Especialidade
láctea à base de requeijão

Foto ACESSA.com Foto ACESSA.com
Margarina X Creme Vegetal Iogurte natural X Bebida
láctea fermentada

Os óleos compostos de soja e oliva também estavam estocados ao lado dos azeites de oliva, mais caros, assim como a margarina, o creme vegetal, o requeijão e a especialidade láctea à base de requeijão...

Então, para não haver mais dúvidas, lembre-se de que a melhor maneira de saber o que está levando para casa é ler atentamente a composição do produto. E, quando o leite ou o azeite estiverem muito baratos, olhe com cuidado: pode ser um produto similar.

Atenção nas diferenças:
  • Bebida Láctea X Leite: Bebida láctea é composta principalmente de soro de leite e não têm a mesma quantidade de nutrientes do leite puro.

  • Creme vegetal X Margarina: Não há grande diferença de qualidade entre os dois. O primeiro não possui leite, o segundo sim; ambos têm gordura vegetal em sua composição. Em geral, o creme vegetal tem menos calorias.

  • Óleos compostos X Azeites de Oliva: O óleo é um azeite misturado com óleo de soja - muitas vezes, o percentual de óleo passa dos 50%. Neste caso, vale a pena pagar mais: além de ser mais saboroso, o azeite puro traz benefícios à saúde.
  • *Fonte: Sebrae

    Conteúdo Recomendado

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.