Providências do Procon contra reajustes abusivos

Nas últimas semanas, o Procon de Juiz de Fora tem tomado diversas medidas contra as operadoras de planos de saúde, que estão praticando reajustes abusivos. O Procon entrou com ação coletiva contra as empresas Bradesco Saúde e Master Clean, que aplicaram aumento de 80% e 39,96%, nessa ordem.

A Justiça já concedeu liminar favorável ao Procon contra essas duas empresas. Com isso, elas têm que se adequar ao reajuste permitido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que é de 11,75%.

A Unimed também está reajustando com base no índice do Governo. Apesar de não ter havido liminar, a empresa assinou um termo de ajustamento de conduta com o Procon, se comprometendo a cobrar o índice de 11,75% e a devolver o dinheiro aos consumidores que pagaram índice de 30,6%. Estas pessoas devem se dirigir à Unimed.

Além da ação coletiva contra reajustes abusivos, o Procon também entrou com ação contra a cobrança de honorários médicos. As operadoras foram Bradesco Saúde, Cassi, Sul América e Golden Cross. Os clientes dessas empresas estão sendo submetidos a cobranças quando precisam utilizar serviços hospitalares.

O Procon entrou com ação coletiva e a Justiça já concedeu liminar ao Procon contra a empresa Bradesco Saúde.


Reclamações procure o Procon de Juiz de Fora
Horário de funcionamento: De segunda a sexta de 9h às 17h

Procon (Centro)
Procon (Zona Norte)
Avenida Getúlio Vargas, 200
Centro - Juiz de Fora - MG
CEP 36010-110
Telefones: 3690-7005 ou
3690-7006
Avenida Presidente Juscelino Kubtschek, 5351
Nova Era - Juiz de Fora - MG
CEP 36.087.000
Telefone: 3690-7924


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.