SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um grupo de ao menos 160 blocos de Carnaval de rua vai realizar no próximo domingo (25) uma série de atividades em apoio à candidatura do ex-presidente Lula (PT) nas eleições deste ano.

A lista reúne coletivos de diferentes cidades do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador e Belém. O grupo também vai divulgar na quinta-feira (22) um manifesto em apoio ao petista.

No domingo, último fim de semana antes do primeiro turno, haverá desfiles, ensaios abertos, panfletagens e cortejos. "A proposta é colocar os blocos na rua com Lula de Primeira [em referência à primeira rodada do pleito]", diz uma nota do movimento.

E segue: "Acreditamos que o Carnaval de rua não pode ficar em silêncio frente à disputa entre o ódio e a vida. É urgente se posicionar e ocupar as ruas. Construir coletivamente com unidade na diversidade".

Na capital paulista, sairão às ruas ao menos quatro blocos nas regiões de Pinheiros, Pompéia, Bixiga e avenida Paulista. Entre os grupos paulistas que apoiam a iniciativa estão Acadêmicos do Baixo Augusta, Vai Quem Qué, Ritaleena, Charanga do França, Baco do Parangolé e Saia de Chita.

Ainda endossam o movimento grupos carnavalescos de Belo Horizonte, Recife, Olinda, Vitória e cidades do interior paulista como Piracicaba, São José dos Campos, Vinhedo, Campinas, além da Grande SP.

Segundo uma das organizadoras da articulação, Lira Alli, a adesão deve crescer até domingo ?apenas nas últimas 24 horas, ela recebeu inscrição de mais 20 blocos.

Como mostrou a coluna, a bateria do Baixo Augusta vai se apresentar na esquina da Paulista com a rua Augusta, na capital paulista, em apoio a Lula e ao ex-prefeito Fernando Haddad (PT), candidato ao Governo de SP.

O grupo se reunirá a uma série de coletivos artísticos que vão se apresentar no evento em adesão às campanhas dos petistas, intitulado "A Cultura Abraça a Esperança".