SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dos maiores sucessos jovens da televisão atual, "Euphoria" vai ganhar uma nova versão, na Alemanha. De acordo com a revista americana Variety, a produtora Zeitsprung Pictures comprou os direitos de adaptação para o país.

Esta será a terceira versão para a trama que acompanha estudantes do ensino médio enquanto eles navegam por temas complexos, como vício em drogas, sexo, gênero, saúde mental, amizade, amor e redes sociais. A trama foi criada em Israel em 2012, antes de ser regravada pela HBO nos Estados Unidos.

Foi só com a versão de Sam Levinson de 2019, no entanto, que a história ganhou projeção internacional e nove prêmios Emmy, dois deles para Zendaya, que viu sua carreira ser impulsionada pelo trabalho como a adolescente Rue. Jacob Elordi, Hunter Schafer, Sydney Sweeney e Barbie Ferreira também ganharam fama graças a "Euphoria".

Ainda sem previsão para ser gravada, a versão alemã terá roteiro de Jonas Lindt e Paulina Lorenz, que já escreveram sobre dramas da juventude na série "Druck", que também acompanha alunos do ensino médio.

A ideia, agora, é abordar os mesmos temas que tornaram a versão americana polêmica e um sucesso por uma perspectiva europeia.

"Nós acreditamos fortemente que os temas universais que atingem a geração Z, como identidade, saúde mental, vício e sexualidade, pelos quais navegam enquanto recebem uma forte pressão para serem bem-sucedidos, deve ser contada de uma maneira muito específica e local. No caso, pela perspectiva de jovens alemães", afirmou Michael Souvignier, CEO da Zeitsprung Pictures, em nota.