RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Gloria Perez, 74 anos, usou o Twitter para dar suas impressões sobre a autobiografia do príncipe Harry, "Spare" (vendida no Brasil com o título "O Que Sobra"). O que ela achou? A julgar pela contundência de suas palavras, pode-se dizer que a novelista não tem a menor paciência para o casal. Ranço define.

"E o príncipe Harry joga no ventilador. Menino grande, sem noção, 'mimizento', dominado por uma manipuladora profissional: Meghan [Markle]", escreveu Perez, reproduzindo a capa do livro. Há quem a apoie, mas foram muitos os seguidores que a aconselharam a ter mais empatia, principalmente em relação a Harry.

Entre as informações que ele "joga no ventilador" estão detalhes de suas fraquezas e dos problemas emocionais que sofreu após a morte da mãe, Lady Di, em 1997, quando tinha 12 anos. "Por que essa mania de julgar as pessoas? A dor quem sentiu foi ele. As cicatrizes são dele, e cada uma tem as suas", escreveu uma seguidora.

"Seja mais empática, não julgue as dores dos outros. Aliás, devia ocupar o seu tempo cuidando da sua horrível novela. Quem sabe devia terminá-la logo e nos poupar", comentou outra, fazendo uma referência à baixa audiência de "Travessia", em cartaz na Globo. A princípio Gloria optou por rebater as críticas, uma a uma. Mas quando o assunto descambou para ironias em relação à novela, ela parou de interagir.