SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois do escândalo entre o modelo Gabriel Tavares e a atriz Bruna Griphao, que fez até Tadeu Schmidt intervir no BBB 23, a vida de MC Guimê no confinamento tem mudado. Isso porque o funkeiro tem sido acusado lá dentro e também pelas redes sociais de ficar ao lado de Gabriel após as acusações de violência psicológica.

No último Jogo da Discórdia, colegas de reality como a cantora Marvvila e o ator Gabriel Santana apontaram o dedo para as atitudes de Guimê como se ele apoiasse as agressões. E pelas redes sociais muitas pessoas sentem o mesmo.

Tanto que a cantora Lexa, esposa de Guimê, resolveu se pronunciar para quem diz que o jogo do marido é sujo e desleal. "Eu não sou o Guimê e não concordo com muitas coisas que ele fala. Eu espero que as pessoas saibam separar isso. Eu nunca apoiarei agressão. Guimê nunca foi essa pessoa comigo. E eu nunca passarei esse pano", escreveu a artista pelo Twitter.

Mesmo assim, ela conta que não pretende largar a mão do amado nesse momento de dificuldade. "Sei o coração bom que ele tem. Ele é um homem maravilhoso para mim".

Após publicar as declarações, muita gente resolveu interagir com Lexa. "As pessoas não podem colocar sobre você o que ele falou. É uma responsabilidade dele. Você pode escolher conversar com ele -ou não- sobre o que aconteceu. Ótimo posicionamento", postou o perfil de Ana Flor.

"Ele tem um jogo agressivo e manipulador, entrou muito pilhado, mas não fez nada condenável como pessoa. Talvez como jogador, só", opinou o perfil de Leonardo Torres.