SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A coroação do rei Charles 3º, 74, acontece no dia 6 de maio, sábado.

As celebrações, porém, se estenderão por todo o fim de semana até a segunda-feira.

A comemoração incluirá a missa de coroação, procissões, apresentações de grandes artistas, incentivo ao trabalho voluntário e shows de luz e drones pelo país.

Confira a programação:

6 DE MAIO (SÁBADO): COROAÇÃO, PROCISSÃO E APARIÇÃO NA VARANDA

Charles e Camilla Parker Bowles farão uma procissão do Palácio de Buckingham até a Abadia de Westminster. A caminhada é conhecida como "A Procissão do Rei".

A coroação "refletirá o papel do monarca nos dias de hoje e seu olhar para o futuro, enquanto enraizada nas duradouras tradições e pompas". O palácio descreve a coroação como uma solene cerimônia religiosa e uma ocasião para celebração. A missa será conduzida pelo Arcebispo de Canterbury, Justin Welby. Charles e Camilla serão coroados.

Após a coroação, Charles e Camilla voltarão ao Palácio de Buckingham acompanhados de outros membros da família real. A segunda e maior procissão é conhecida como "A Procissão da Coroação". A lista de membros da família real que participarão dessa procissão ainda não foi confirmada, ou seja, não sabemos se Harry, Meghan e o príncipe Andrew estarão presentes nessa parte da cerimônia.

A família real encerrará o dia na varanda do palácio de Buckingham. O sábado terminará com Charles, Camilla e outros membros da família real na varanda do Palácio de Buckingham. Ainda não se sabe quem aparecerá na sacada do palácio.

7 DE MAIO (DOMINGO): "FESTIVAL", ORQUESTRA, FESTAS E SHOW DE LUZES

Castelo de Windsor receberá o "Coronation Concert" (em português, "Concerto da Coroação"). "O concerto reunirá ícones da música mundial e estrelas contemporâneas para celebrar esse acontecimento histórico", diz o palácio. As atrações ainda não foram divulgadas. O "festival" incluirá também apresentações de orquestra, dança e declamações de celebridades do entretenimento. O show será produzido e transmitido pela emissora britânica BBC.

A plateia será composta de voluntários e cidadãos. Voluntários das instituições de caridade apoiadas pelo rei e pela rainha poderão assistir ao concerto. A BBC também distribuirá pares de ingresso para milhares de cidadãos.

O concerto contará também com a apresentação do "Coral da Coroação". O coral foi montado com membros de corais da comunidade e cantores amadores de todo o Reino Unido. Entre os grupos que participaram da seleção estão corais de refugiados, do Serviço Nacional de Saúde, da comunidade LGBTQIA+ e corais que se apresentam em linguagem de sinais. Haverá ainda o "Coral Virtual", composto por cantores da Comunidade das Nações, a Commonwealth.

Pontos turísticos receberão shows de luzes e drones. Segundo o Palácio, essa será a "peça central", a atração principal do Concerto da Coroação. Pontos emblemáticos do Reino Unido serão iluminados com projeções, lasers, luzes e shows de drones. O espetáculo recebe o nome de "Iluminando a Nação".

Festas tomarão conta das ruas britânicas. A ideia é reunir comunidades e vizinhanças na comemoração da coroação em um "ato de celebração e amizade em toda a nação". Almoços, chás e outros eventos serão realizados em todo o Reino Unido nas ruas, jardins, parques e espaços comunitários. Os eventos são promovidos pela instituição Eden Project.

8 DE MAIO (SEGUNDA-FEIRA): TRABALHO VOLUNTÁRIO E FERIADO

A segunda-feira será feriado em toda a nação e terá incentivo ao trabalho voluntário. A data ganhou o nome de "Grande Ajuda" e "dará destaque ao impacto positivo do voluntariado em comunidades em todo o Reino Unido". A ideia é estimular o público a se engajar no voluntariado, "unindo as comunidades e criando um legado", honrando também o serviço público de Charles.