• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Minha vida em Marte: vale a pena assistir

    Victor Bitarello Victor Bitarello 5/01/2019

    A comédia tem uma obrigação? Ou várias obrigações? Se tem, qual é? É possível falar em humor fácil, que se preocupa somente com risadas altas? Ou será que é humor aquilo que é dito e que causa o que podemos chamar de "riso interno", tão agradável quanto uma gargalhada?

    Enquanto ator de teatro, e como pessoa que frequenta o teatro e os cinemas desde muito novo, eu fui criando vários tipos de gosto. E fui percebendo que o que é bom não é a comédia ou o drama. O que é bom é o que é bom. É aquilo que se preocupa não com sua vaidade, mas que se preocupa com a emoção do público. Seja ela manifestada com um riso, uma lágrima ou uma batida de coração acelerada.

    Mas, será que isso é somente um ponto de vista? Bom, se é, sei que é o meu. Muitas vezes, me emociono não com o texto, mas com a qualidade do trabalho de atuação. Ou rio não com o roteiro, mas com as caracterizações assumidas pelo personagem.

    "Minha vida em Marte" é a sequência de "Os homens são de Marte... e é pra lá que eu vou", que conta a história de Fernanda, vivida por Mônica Martelli, em busca do grande amor. No roteiro atual, ela já está "em Marte", casada com Tom, personagem de Marcos Palmeira, e mãe da pequena Joana. Apesar da história ter como pano de fundo o casamento de Fernanda e Tom, o foco do filme é a relação de amizade com Aníbal, de Paulo Gustavo, que está fantástico. Paulo é genial nas suas criações de personagem, com uma série de preocupações que chega a parecer que ele respira como o personagem, e não como o ator. Fernanda e Aníbal possuem uma empresa que cuida da festa de casamento dos casais.

    Este filme possui um roteiro muito corajoso. Digo isto porque Mônica mexeu numa área que incomoda demais à sociedade, em especial uma sociedade como a brasileira, que tem no casamento um pilar quase que sagrado. Discutir sobre sua obrigatoriedade, sobre estar ou não em uma relação, e sobre a possibilidade de sua dissolução é como cutucar um vespeiro.

    No entanto, ela o fez com muita dignidade, porque em nenhum momento o filme questiona a validade do casamento. Ele não é agressivo com essa instituição. Não questiona sua importância e também investe em dizer sobre o respeito que ambos devem ter um pelo outro.

    O longa traz também um tipo de relação a dois que as pessoas ainda estão descobrindo o real valor, que é a amizade. Aníbal e Fernanda são muito importantes um para o outro e apesar de tratar-se de uma comédia é lindo ver o amor que compartilham.

    Enquanto colunista, digo que se a pessoa não curte comédia, não vale a pena assistir. Porque quem não gosta de comédia sempre dá um jeito de encontrar defeitos. Porém, "Minha vida em Marte" é um filme delicioso, que vale muito ser assistido. Ele confere risadas altas, risos internos e, fique tranquila ou tranquilo. Se você vive um relacionamento a dois, e está bem com essa pessoa, não sairá do cinema questionando se deve rompê-lo. Pelo contrário, sairá contente com o que viu. E se tem uma boa relação de amizade, será muito grato por isso.

    Victor Bitarello/colunistas/fotos/victor_bitarello_materia.jpg

    Victor Bitarello é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), pós-graduado em Direito Penal e Processual Penal e pós-graduado em Direito Processual Civil. Tem experiência enquanto ator de teatro por vários anos, sendo também apreciador e estudioso de cinema. Servidor público do Estado de Minas Gerais, também já tendo atuado como professor de inglês. Graduando em Psicologia. Iniciou como colunista cinematográfico deste Portal em janeiro de 2014.
    Contato: vbitarelloalves@gmail.com

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.