• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Turma da Mônica - Laços

    Nome do Colunista Victor Bitarello 2/07/2019

    Levado ao cinema pela ansiedade de rever meus "amigos" da infância, não aguentei esperar muito. Não pude ir na estreia, quinta-feira, então fui na sexta. E eis que, em pouco tempo de filme, eles aparecem: Cebolinha, Cascão, Mônica, Magali. Caramba... que delícia ver meus queridos. Tão queridos. A turminha dos quadrinhos, que chegavam pelos correios todos os meses (nós assinávamos as revistinhas). "Turma da Mônica: Laços" é um filme feito para nós. Para nós que somos amigos deles já de tantos anos.

    Tendo como protagonistas os personagens Mônica e Cebolinha, o filme tem por pano de fundo o rapto do cachorro Floquinho, que acarreta em mais um dos planos infalíveis do garoto. Desta vez não para roubar o coelhinho Sansão, mas para salvar o cachorro. Juntos, os quatro amigos passam por aventuras a fim de encontrá-lo.

    O grande barato do longa é que ele não força a barra, mostrando coisas que não tem a ver com a realidade do que eles sempre foram. E também tem o carinho da produção, que se esmera em nos deleitar com a caracterização dos personagens. Titi, Marina, Franjinha, Louco, Cascuda, Sansão. Não se ocupam com discussões aprofundadas, o que torna o filme muito possível para crianças bem pequenas, e também interessante para adultos, que provavelmente somente irão se forem fãs (meu caso), ou para levar seus filhos.

    Pensando bem, há uma tentativa de puxar uma discussão filosófica, com o personagem de Rodrigo Santoro, o Louco. Mas confesso que achei meio boba...

    Não se vê ali grandes trabalhos de atuação. Vê-se ali perfis. Escolheram os atores por perfil. E foram muito felizes nisso, porque eles lembram demais as crianças das histórias.

    Talvez como defeito, eu apontaria que, como é um filme extremamente infantil, ele podia ser menor do que já é (100 minutos), e o roteiro podia ser um pouquinho mais agitado, pois há momentos em que é monótono.

    Mas mesmo assim, prestigiem! Levem seus filhos!

    Victor Bitarello é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), pós-graduado em Direito Penal e Processual Penal, pela Universidade Candido Mendes (UCAM) e Pós-graduado em Direito Processual Civil pela Faculdade Internacional Signorelli, do Rio de Janeiro. Ator de teatro amador por 15 anos. Apreciador e estudioso de cinema. Servidor público do Estado de Minas Gerais, também já tendo atuado como professor de inglês por um período de 8 meses na Associação Cultural Brasil Estados Unidos - ACBEU, em Juiz de Fora. Graduando em Psicologia.
    Iniciou como colunista deste Portal em janeiro de 2014.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.