• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Oscar do You Tube Premiação contou com júri popular na internet.
    Escolha você também o melhor vídeo juizforano da web

    Renata Cristina
    Repórter
    26/03/2007

    Câmeras trêmulas, baixa qualidade das imagens e muita imaginação. É assim que uma legião de produtores caseiros divulgam seus vídeos na internet e são vistos em todo o mundo. Se não bastasse o sucesso destes novos "cineastas" contemporâneos, o You Tube, site de vídeos com cerca de 50 milhões de acessos mensais, criou um Oscar exclusivo para os "sucessos de bilheteria" da web.

    O resultado do primeiro concurso contou com uma pré-seleção do You Tube, que colocou em júri popular os dez melhores vídeos de sete categorias distintas. O vencedor da categoria "Mais criativo" foi Here it Goes Again, que figurou nas telas brasileiras da MTV e Globo, através de desafios que propunham a imitação do vídeo.

    O ganhador da estatueta "virtual", já que o You Tube ainda não divulgou como será o troféu, chegou a ser visto por 1 milhão de pessoas. Se a popularidade do vídeo vencedor da categoria "Mais Criativo" impressiona, a originalidade do produção é de igual valor. O grupo Ok Go dança em cima de seis esteiras de ginástica e faz uma coreografia pra lá de inusitada. (Assista no link acima)

    Os rapazes se revelaram como os mais engraçados na Web, já que a maioria dos vídeos foi produzida por homens, segundo as identidades registradas no You Tube. A melhor comédia foi creditada ao jovem que interpreta um naufrágo, em "Smosh Short 2: Stranded". O melhor vídeo de comentários foi "Hotness Prevails". Já o nerd maluco "Ask A Ninja", levou o prêmio de melhor série e"Melhor Vídeo Musical" foi o grupo TerraNaomi, com o vídeo "Say It is Possible".

    De acordo com os internautas, o "Mais adorável" foi o vídeo "Kiwi" de Madyeti47. O "Mais inspirador" ficou com "Free Hugs Campaign".

    Juizforanos apostam em seus sucessos

    Os juizforanos que divulgaram seus vídeos no You Tube também sonham com seus 15 segundos de fama. O cineasta Cacinho (foto) já incluiu diversos curtas no You Tube. Entre os mais vistos, está "Onde está o Barulho", em que o diretor interpreta um músico entediado pela poluição sonora dos centros urbanos. A produção utiliza pontos conhecidos de Juiz de Fora em diversas cenas, como o Calçadão da Rua Halfeld e a Avenida Rio Branco.

    Outro vídeo de sucesso de Cacinho é o curta em animação "Adivinha dos Peixes", com cerca de 840 visualizações. O cineasta acredita que a premiação do You Tube é uma forma de estimular as produções independentes. "Todo apoio ao audiovisual é válido", observa.

    Já o estudante de cinema, Fábio Nogueira (foto ao lado, à esquerda), utilizou a favela do Rato, no bairro Nossa Senhora das Graças, para produzir o vídeo "Conto de Botas". "Atualmente, vivemos a fase das produções caseiras e não vejo problema algum nisso. Se alguém tem uma boa história para contar, é o que importa".

    Entre os vídeos que trazem o nome de Juiz de Fora, na lista dos mais clicados, está o clipe da banda Glitter Magic, com cerca de duas mil visualizações. O estudante Bruno Santos também aproveitou a deixa do You Tube para divulgar um trabalho musical. O videoclipe "Dj Anjinho Terror Noise" foi postado no You Tube neste ano e é um dos mais "fresquinhos" na web com conteúdo produzido da região.

    Outra produção de sucesso é Aeroporto da Serrinha, que mostra um vôo panorâmico por Juiz de Fora. O "city tour" pela cidade fez tanto sucesso na web, que já tem cerca de 1.500 visualizações.

    Escolha o seu vídeo favorito de Juiz de Fora

    Clique na foto para votar na Enquete


    ATENÇÃO: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem científica
    e se refere apenas a um grupo de visitantes da ACESSA.com.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.