• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Desvios Curta-metragem mostra a realidade dos trotes aplicados
    em universitários que vão começar seus cursos

    Thiago Werneck
    Colaboração
    07/12/2007

    Uma crítica aos trotes aplicados em universitários e a busca de reflexão sobre o assunto. Essa é a proposta do filme Desvios, com direção de Dênis Castro (foto abaixo) que mostra as dificuldades e humilhações sofridas pelos calouros em seus primeiros dias de faculdade e reflexo disso com quem acompanha tudo pelo lado de fora.

    Filmado em dois dias e com duas câmeras simultâneas, as gravações das cenas foram poucas vezes repetidas. Os atores ensaiaram por duas semanas antes das gravações. "Tivemos que ser rápidos para baixar os custos. Pensei em usar duas câmeras ao mesmo tempo para ter mais planos, sem ter que repetir as cenas", explica Dênis.

    Segundo o diretor, o objetivo é mostrar a realidade cruel pela qual os estudantes passam ao entrar na universidade. "O filme é dinâmico. Filmamos da maneira mais real possível para mostrar que essas brincadeiras são desnecessárias. Queremos questionar a essência humana das pessoas. Elas tem que pensar: Por que estou dando o trote?".

    Foto do diretor Dênis Castro O filme deve ser lançado em fevereiro de 2008, na primeira semana de aula das universidades. Dênis revela o interesse de fazer um seminário para discutir o assunto. "Estou em busca de apoio para fazer esse evento e trazer pessoas que já passaram pelo trote, representantes das universidades para tentar promover a conscientização da sociedade e alunos de que o trote deve ser solidário".

    A idéia de fazer o filme surgiu quando Dênis não se conformava com os calouros que passavam em sua loja pedindo moedas. "Sempre passava alguém com uma história diferente e implorando dinheiro. Nunca concordei com isso e fiz um roteiro como trabalho de conclusão de curso e graças a Lei Murilo Mendes conseguimos gravar o curta", destaca.

    Imagens do filme Imagens do filme

    Para elaborar o roteiro foram feitas pesquisas de como começaram os trotes e entrevistas com os alunos para conhecer a realidade de cada brincadeira. "No início o trote da Faculdade de Engenharia era um carnaval fora de época feito pelos alunos. Agora juntam moeda para fazer festas. Por que não fazer uma calourada doando a arrecadação para uma entidade?", questiona Dênis.

    O diretor espera que os pais conheçam a realidade do que os filhos passam. "Muitos deles não sabem os tipo de brincadeiras que os estudantes têm que fazer no trote. Nas pesquisas, a maioria dos alunos afirmou que participa para não ficar excluído da turma e das festas."

    Imagens do filme Imagens do filme

    O filme tem 15 minutos e contou com uma equipe de 60 pessoas, incluindo os figurantes. As imagens foram feitas no centro de Juiz de Fora. "O maior desafio foi fugir da chuva. Eu vigiava a previsão do tempo e acabamos gravando em setembro sem ter maiores problemas", recorda.

    O curta só foi possível graças a verba da Lei Murilo Mendes e contou com apoio da Gettran e Polícia Militar de Juiz de Fora. O objetivo de Dênis é fazer com que o filme rode por todo o Brasil. "Quero passá-lo para película e estou buscando apoio para isso. Vou inscrever em festivais de cinema e mostrar a idéia para todo país", conta.

    A equipe:
    • Direção, roteiro e edição: Dênis Castro
    • Produção: Fábio Fernandes
    • Produção e atriz: Sarita Hauck
    • Diretor de Fotografia e edição: Ramon Reis
    • Diretora de Elenco: Adriana Ryal
    • Cinegrafistas: Rodrigo Soares e Anderson Medeiros
    • Atores principais: Cristiano Costa, Bruno Nogueira e Jadir Soares
    Enquete
    Você é a favor do trote dos universitários ?
        Sim
        Não
        Sim, mas se for solidário, diferente da forma como é feito hoje.
       

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.