• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Voar... Um filme experimental que mostra de maneira didática a trajetória e invenções de Santos Dumont

    Thiago Werneck
    17/01/2008
    Matéria relacionada:

    A história de Santos Dumont contada através de bonecos e cenários artesanais. Um filme de caráter experimental para ser exibido nas escolas. Essas são as principais características de Voar, primeiro média metragem dos artista juizforano Rogério de Deus (foto abaixo) que vai ser lançado nessa quinta-feira, dia 17 de janeiro em Juiz de Fora.

    A estréia acontece paralelamente com sua exposição, no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM). Ambas retratam as experiências de Santos Dumont, pai da aviação, na construção do 14 Bis. O artista se dedicou um ano e meio a obra, em que fez tudo sozinho.

    Todas as cenas foram gravadas em cima da mesa do ateliê de Rogério que sozinho bancou toda a idéia. Ele é o roteirista, produziu as animações e cenários, foi câmera e ainda editou o filme. Somente no momento das vozes dos personagens o artista recebeu ajuda.

    Foto do diretor Rogério de Deus A falta de apoio fez com que Rogério não pudesse contar com outras pessoas, nem equipamentos de primeira linha. "Foi tudo filmado em fita mesmo, bem experimental. Percebi erros no movimento dos bonecos, eu nunca havia mexido com cinema. No meu próximo projeto a qualidade vai melhorar bem, não vou repetir as mesmas falhas".

    A idéia de fazer o filme surgiu em trabalhos como professor de arte em uma escola. "Trabalhei seis meses com as crianças sobre Santos Dumont e outros seis sobre Ícaro e minotauros. O resultado é que eles substituíram os desenhos da Disney nos quadros da escola e achei positivo isso", revela.

    Segundo Rogério, a história da forma como é contada, estimula o senso de percepção dos alunos. "O filme tem uma linguagem de metáforas e com idéias que devem ser complementadas por quem assiste. É como se fosse um jogo". Ele define o média metragem experimental como poética porque "é uma mistura de arte, artesanato e tecnologia".

    Imagens do filme Imagens do filme

    A proposta de Rogério é conquistar apoio de empresas para levar o projeto ao maior número de escolas possível. "Vendo esse resultado passei a pensar no filme, fiz jogos que revelam um pouco da história de Santos Dumont e um brinquedo para a criança montar o 14 Bis".

    Durante a exposição no CCBM, esse kit sobre Santos Dumont será vendido por R$ 35*. Com a divulgação, Rogério espera atrair empresas interessadas em agregar sua marca ao projeto. "Espero fazer muitas visitas e levar esse trabalho adiante. Vamos esperar o retorno", diz.

    Rogério lamenta a dificuldade de comercializar um projeto. "Mandei para várias empresas o projeto e nenhuma deu retorno, espero que isso aconteça em breve". A exposição e o filme ficam em exibição até o dia 17 de fevereiro no CCBM.

    *Valor fornecido em janeiro de 2008

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.