• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Artista faz sua primeira exposição individual em JF Sob o título "Paisagens Metafísicas", Dolores Castellões apresenta olhar diferenciado sobre formas da natureza

    Patrícia Rossini
    * Colaboração
    12/3/2009

    A artista plástica Dolores Castellões retorna a Juiz de Fora, sua cidade natal, e abre, nesta quinta-feira, dia 12 de março, a exposição Paisagens Metafísicas,no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM). Trata-se da primeira mostra individual da artista.

    "Exponho desde 2004, mas sempre participei de mostras coletivas. Nesta, estou cuidando de tudo, com ajuda da equipe do CCBM. Dá um frio na barriga, mas todo artista precisa de mostrar o trabalho e receber as críticas, sejam elas boas ou ruins. Sinto-me orgulhosa e honrada por ser a primeira a expor na temporada, junto com Rogério de Deus", afirma.

    No texto que apresenta a exposição, Dolores adianta algumas das características presentes em sua arte, como a luz e as formas. "Frente à tela, a paisagem flui a partir do foco de luz, que certamente envolverá as formas com seus reflexos, produzindo sombras, nuances e volumes diversos."

    Foto da tela Desconstrução da Paisagem Foto da tela Amanhecer

    A luz, segundo ela, é uma influência de Turner. As formas são inspiradas em Van Gogh. Na exposição, predominam as telas que retratam montanhas, cujas formas são evidenciadas pela luz. A primeira da série, chamada Desconstituição da Paisagem, deixa clara a intenção da pintora. "Eu vejo a paisagem através da luz, não retrato a figura humana e nem a vegetação, somente as formas. Carlos Bracher me disse que caminho para a abstração, mas não me considero abstrata, pois enxergo a paisagem nas minhas telas", explica.

    Desafio da cor

    Aos 50 anos, Dolores decidiu cursar a Faculdade de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais. A partir daí, a artista passou a ter contato com a pintura em tela. "Acho que tudo aconteceu no tempo certo. Antes, eu desenhava com carvão e grafite, não trabalhava com as cores. Elas surgiram como um desafio, durante o curso."

    Na mostra, ela apresenta três telas pintadas a óleo, que deram início à série de paisagens. Nestas, a pintora retrata horizontes e a luz ainda não é tão marcante. A partir daí, o visitante é convidado a conhecer a evolução da pintura da artista nas telas pintadas com tinta acrílica e nas gravuras em metal, que retratam a paisagem metafísica concebida por Dolores. "Quis organizar as obras na ordem que elas foram feitas, para demonstrar o caminho que tracei até o Eclipse, que é o último quadro."

    Confira

    A abertura da exposição Paisagens Metafísicas está marcada para as 20h desta quinta-feira, na Galeria Heitor de Alencar, no CCBM (avenida Getúlio Vargas, 200). A partir de sexta-feira, dia 13 de março, até o dia 26 de abril, a Galeria estará aberta para visitação de 9h as 21h, de terça a sexta, e de 10h as 16h aos sábados e domingos. A entrada é gratuita.

    * Patrícia Rossini é estudante de Comunicação Social da UFJF

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.