Grupo de amigos transforma vontade de ajudar em a??o

Por

Os Amigos do Bem JF fazem campanhas anuais de fraldas e roupas de crianças para pacientes do HU e ações individuais solicitadas pelas redes sociais
Angeliza Lopes
Repórter
5/02/2016
foto

A amizade de anos entre três jovens transformou a vontade de fazer o bem em ação. Há quase cinco anos, o grupo 'Amigos do Bem JF' vem transformando em realidade a mudança na vida de algumas pessoas da cidade. A fisioterapeuta Amanda Beloti conta que ela suas amigas Caroline e Camila Braga deram o pontapé na equipe beneficente, devido inspiração dos anos que participaram da pastoral no Colégio Academia. De pequenas ações, como vaquinhas para comprar fraldas e doar para asilos, arrecadação de mantimentos e uma Festa de Natal no bairro Carlos Chagas para cerca de 200 crianças carentes, a ideia foi ampliada após a criação de uma página no Facebook.

Em 2014, as redes sociais possibilitaram o acesso de quem precisava, com as garotas que moviam esforços para garantir o cumprimento da missão. "Após criação da página nossas ações passaram a ser muito frequentes, quase diárias, com pedidos inbox que passam por análise e viram posts compartilhados e missões cumpridas. As pessoas ajudam com que podem ou compartilham", diz.

fotoAmanda completa que além das ações individualizadas, as campanhas anuais também continuam com arrecadação de fraldas infantis e adultas e roupas para bebê. Os materiais arrecadados são distribuídos entre os pacientes carentes do Hospital Universitário pela voluntária Kátia Costa, que é preceptora de estágio da Pediatria do HU. Ela lembra da campanha que fizeram na época do rompimento da barreira em Mariana, quando foram arrecadados muitas sacolas de roupas, ajuda às famílias de outras cidades com parentes internados no hospital e a doação de 1500 barrinhas de chocolates para a Páscoa, distribuídas nas escolas públicas, arrecadadas junto com a Turma do Bem e o Instituto AVIVA.

"A ação mais mais recente foi o auxílio na campanha para comprar uma cadeira de rodas personalizada para uma criança com paralisia cerebral grave, cuja mãe já tinha até mandado judicial expedido e há cinco anos lutava pela cadeira. Agora ela já está comprada, com a ajuda de várias pessoas, inclusive dos membros dos Amigos do Bem JF", conta. A cadeira que custava R$ 6 mil teve o dinheiro arrecadado em uma semana, através de campanha no Facebook.

Vontade de ajudar

A vontade de ajudar as vezes ultrapassa os limites da falta de tempo ou disposição em fazer algo por alguém, como foi o caso das jovens formandas. Hoje, o grupo possuí 150 voluntários que querem fazer a diferença. "Muitos amigos falavam - eu queria ajudar alguma instituição, mas nunca sei qual é confiável. Então criamos a nossa, e contamos com a ajuda de todos estes amigos, que não são poucos. Inclusive, o mais interessante é que ganhamos uma credibilidade tão boa, através das prestações de contas, que temos uma voluntária extremamente ativa no grupo que nunca nos conheceu pessoalmente, mora em São Paulo e participa de todas as ações".

Além da página com 974 seguidores, os organizadores fazem listas de ajuda pelo WhatsApp. Amanda completa que os planos são ampliar a festa de final de ano para um segundo bairro carente, manter a doação de chocolates na Páscoa e aumentar o número de seguidores para ampliar o alcance das publicações.

Gostou da ideia e também quer ajudar? Então curta a página Amigos do Bem JF.

">

Grupo de amigos transforma vontade de ajudar em ação

Os Amigos do Bem JF fazem campanhas anuais de fraldas e roupas de crianças para pacientes do HU e ações individuais solicitadas pelas redes sociais

Angeliza Lopes
Repórter
5/02/2016
foto

A amizade de anos entre três jovens transformou a vontade de fazer o bem em ação. Há quase cinco anos, o grupo 'Amigos do Bem JF' vem transformando em realidade a mudança na vida de algumas pessoas da cidade. A fisioterapeuta Amanda Beloti conta que ela suas amigas Caroline e Camila Braga deram o pontapé na equipe beneficente, devido inspiração dos anos que participaram da pastoral no Colégio Academia. De pequenas ações, como vaquinhas para comprar fraldas e doar para asilos, arrecadação de mantimentos e uma Festa de Natal no bairro Carlos Chagas para cerca de 200 crianças carentes, a ideia foi ampliada após a criação de uma página no Facebook.

Em 2014, as redes sociais possibilitaram o acesso de quem precisava, com as garotas que moviam esforços para garantir o cumprimento da missão. "Após criação da página nossas ações passaram a ser muito frequentes, quase diárias, com pedidos inbox que passam por análise e viram posts compartilhados e missões cumpridas. As pessoas ajudam com que podem ou compartilham", diz.

fotoAmanda completa que além das ações individualizadas, as campanhas anuais também continuam com arrecadação de fraldas infantis e adultas e roupas para bebê. Os materiais arrecadados são distribuídos entre os pacientes carentes do Hospital Universitário pela voluntária Kátia Costa, que é preceptora de estágio da Pediatria do HU. Ela lembra da campanha que fizeram na época do rompimento da barreira em Mariana, quando foram arrecadados muitas sacolas de roupas, ajuda às famílias de outras cidades com parentes internados no hospital e a doação de 1500 barrinhas de chocolates para a Páscoa, distribuídas nas escolas públicas, arrecadadas junto com a Turma do Bem e o Instituto AVIVA.

"A ação mais mais recente foi o auxílio na campanha para comprar uma cadeira de rodas personalizada para uma criança com paralisia cerebral grave, cuja mãe já tinha até mandado judicial expedido e há cinco anos lutava pela cadeira. Agora ela já está comprada, com a ajuda de várias pessoas, inclusive dos membros dos Amigos do Bem JF", conta. A cadeira que custava R$ 6 mil teve o dinheiro arrecadado em uma semana, através de campanha no Facebook.

Vontade de ajudar

A vontade de ajudar as vezes ultrapassa os limites da falta de tempo ou disposição em fazer algo por alguém, como foi o caso das jovens formandas. Hoje, o grupo possuí 150 voluntários que querem fazer a diferença. "Muitos amigos falavam - eu queria ajudar alguma instituição, mas nunca sei qual é confiável. Então criamos a nossa, e contamos com a ajuda de todos estes amigos, que não são poucos. Inclusive, o mais interessante é que ganhamos uma credibilidade tão boa, através das prestações de contas, que temos uma voluntária extremamente ativa no grupo que nunca nos conheceu pessoalmente, mora em São Paulo e participa de todas as ações".

Além da página com 974 seguidores, os organizadores fazem listas de ajuda pelo WhatsApp. Amanda completa que os planos são ampliar a festa de final de ano para um segundo bairro carente, manter a doação de chocolates na Páscoa e aumentar o número de seguidores para ampliar o alcance das publicações.

Gostou da ideia e também quer ajudar? Então curta a página Amigos do Bem JF.

Grupo de amigos transforma vontade de ajudar em ação

Os Amigos do Bem JF fazem campanhas anuais de fraldas e roupas de crianças para pacientes do HU e ações individuais solicitadas pelas redes sociais

Angeliza Lopes
Repórter
5/02/2016

A amizade de anos entre três jovens transformou a vontade de fazer o bem em ação. Há quase cinco anos, o grupo 'Amigos do Bem JF' vem transformando em realidade a mudança na vida de algumas pessoas da cidade. A fisioterapeuta Amanda Beloti conta que ela suas amigas Caroline e Camila Braga deram o pontapé na equipe beneficente, devido inspiração dos anos que participaram da pastoral no Colégio Academia. De pequenas ações, como vaquinhas para comprar fraldas e doar para asilos, arrecadação de mantimentos e uma Festa de Natal no bairro Carlos Chagas para cerca de 200 crianças carentes, a ideia foi ampliada após a criação de uma página no Facebook.

Em 2014, as redes sociais possibilitaram o acesso de quem precisava, com as garotas que moviam esforços para garantir o cumprimento da missão. "Após criação da página nossas ações passaram a ser muito frequentes, quase diárias, com pedidos inbox que passam por análise e viram posts compartilhados e missões cumpridas. As pessoas ajudam com que podem ou compartilham", diz.

Então curta a página Amigos do Bem JF.