• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Quinta-feira, 24 de junho de 2010, atualizada às 11h

    Palestras, exposições e shows no 5º Festival da Loucura em Barbacena

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração

    De dia 15 a 18 de julho, Barbacena se torna um palco para loucos, no bom sentido. No período será realizado o 5º Festival da Loucura, evento que mostra para a população e discute de forma técnica o tratamento psiquiátrico, através de palestras, seminários, intervenções culturais, exposições e shows. Como ápice da loucura, um dos palestrantes será o dramaturgo, romancista e poeta brasileiro Ariano Suassuna (confira a programação completa no box). Todo o evento é gratuito.

    Segundo o presidente da Empresa Municipal de Turismo (Cenatur) e da Fundação Municipal de Cultura (Fundac), Leonardo Carvalho, vários debates com focos diferenciados irão unir o científico com o artístico. "O objetivo é trazer à tona a discussão do tratamento psiquiátrico em duas vertentes: técnico-científico, através de personalidades que atuam na área, e artístico, para aproximar o público ao tema", define. "É uma outra visão das pessoas que sofrem desse trauma", complementa.

    Para esse ano, cinco shows irão movimentar a Praça Adriano de Oliveira, conhecida como Praça da Estação, no Centro. O principal ocorre no sábado, 17, com o cantor e compositor de MPB, Zeca Baleiro. Os seminários técnico-científicos serão realizados no Hotel Senac Grogotó (rua Cruz das Almas, s/n, Caiçaras, São José, Barbacena) e irão expor trabalhos acadêmicos e palestras de renomados professores universitários e pessoas ligadas à saúde e a políticas públicas. Dentre as personalidades está o sociólogo, o professor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), deputado federal e autor da lei 10.216 (Lei Antimanicomial), Paulo Delgado, que ministra a palestra "O Espírito da Lei 10.216 na visão de seu autor".

    Além dos shows, Carvalho ressalta que um cortejo irá animar a rua principal da cidade e as apresentações culturais ocorrerão aleatoriamente em locais públicos. "O que dá pra perceber é que a cada ano o festival ganha em volume e em qualidade. Esperamos lotar todos os seminários e shows", destaca. Segundo o organizador, a média de público esperada por dia de evento é de cinco mil pessoas.

    Ariano Suassuna

    Para Carvalho, trazer Ariano Suassuna, o expoente da cultura e da intelectualidade brasileira, é o ápice do evento. "Seus trabalhos culturais e folclóricos são tradicionais no país. Em sua palestra, ele irá tratar da loucura e das personalidades das pessoas." Para quem não se recorda do trabalho do dramaturgo, Suassuna é autor dos célebres Auto da Compadecida e A Pedra do Reino, além de defensor militante da cultura do Nordeste. Desde 1990, ocupa a cadeira 32 da Academia Brasileira de Letras.

    Sua palestra, intitulada de A loucura na Criação Literária, será realizada no dia sábado, 17, às 16h, no Teatro EPCAR (rua Santos Dumont, 149, bairro São José, Barbacena/MG), com capacidade para 1.500 pessoas.

    Programação
    Dia: 15 de Julho (quinta-feira)
    Palestras: Hotel Senac Grogotó

    9h - Apresentação de trabalhos acadêmicos
    14h - Abertura oficial do Seminário Científico
    15h - Pedro Gabriel - Doutor em Medicina pela USP, professor da UFRJ e Coordenador Nacional de Saúde Mental do Ministério da Saúde. Marta Elizabeth - Mestre em Saúde Pública pela UFMG e Coordenadora Estadual de Saúde Mental de Minas Gerais
    17h - Abertura dos trabalhos do fórum Mesa redonda "Residências Terapêuticas: 0 convívio na construção da cidadania" - Adrianne Maria de Oliveira – assistente social, técnica de referência de residência terapêutica – Barbacena; Vanilda Erika de Souza – Cuidadora de residência terapêutica; Simone Frichembruder – Psicóloga do Ministério da Saúde – Porto Alegre
    19h - Palestra "O Espírito da Lei 10.216 na visão de seu autor" - Paulo Delgado - Sociólogo, Professor da UFJF, Deputado Federal e autor da lei 10.216 (Lei Antimanicomial)

    17h - Cortejo: Grupo trupgaia e grupo de Maracatu - Praça do Rosário
    20h - Abertura do Buteko Trem de Doido - Fernanda Santana (Prédio da Estação)
    20h - Inauguração do Salão de Arte (Prédio da Estação)
    20h - Abertura da Parada do Artesão Nato (Prédio da Estação)
    21h30 - Espaço Cênico - Cia Reclame (Prédio da Estação)
    22h00 - Palco Principal - Banda Cacharrel (Praça da Estação)
    23h30 - Buteko Trem de Doido - Fernanda Santana (Prédio da Estação)

    Dia: 16 de julho (sexta-feira)
    Palestras: Hotel Senac Grogotó

    9h - Mesa Redonda - "Centro de Convivência: a oficina como ressocialização, geração de renda e o mercado de trabalho" - Maria Beatriz Armond Couto - Psicóloga, Coordenadora do Centro de Convivência de Barbacena, referência técnica do Ponto de Cultura "Arte em papel em sucata" e pós-graduada em recursos humanos; Rosemeire Silva - Coordenadora Municipal de Saúde Mental de Belo Horizonte; Sílvia Maria Ferreira - Membro da Associação dos Usuários dos Serviços de Saúde Mental de Minas Gerais e usuária da rede de Saúde Mental de Belo Horizonte; Daniel Rabello - jornalista, mestrando em Comunicação Social da PUC - Minas, monitor da oficina de Comunicação dos Centros de Convivência Cézar Campos e Barreiro
    13h30 - Palestra - "Alguns comentários sobre o crime das irmãs Papin" - Cyro Marcos da Silva - Juiz e Psicanalista
    14h30 - Mesa Redonda - "Políticas Públicas, Centro de Atenção Psicossocial e a Intersetorialidade" - Luciane Fontes - Mestre em Psicologia/Psicanálise pelo CES/JF e Coordenadora do CAPS Municipal de Barbacena; Gilmara Terra - Psicóloga do CAPS Municipal de Barbacena; Romina Magalhães - Psicanalista, Mestre em Psicanálise pela UFMG e Psicóloga Judicial do Núcleo Supervisor do Pai-PJ TJMG.

    17h - lançamento de livro - "Significação da loucura e modos de convivência social com o louco: estudo de caso na cidade de Barbacena-MG" - Izabel Christina Friche Passos e outros autores
    18h - Espaço Cênico - Corpo de Baile do CEFEC (Prédio da Estação)
    19h - Buteko Trem de Doido - Banda Balaio de Gato (Prédio da Estação)
    20h30 - Espaço Cênico - Teatro na Noite Tudo & Tal (Prédio da Estação)
    21h30 - Buteko Trem de Doido - Banda Balaio de Gato (Prédio da Estação)
    22h30 - Palco Principal - Tangos e Tragédias (Praça da Estação)
    24h - ButeKo Trem de Doido - Baixos em Concerto (Prédio da Estação)

    Dia :17 de julho (sábado)

    Palestras
    10h - "Loucura, cultura e diversidade: novas perspectivas de ações sociais" - Paulo Amarante - Professor, doutor e pesquisador titular da escola nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz (Auditório do Sindicato Rural de Barbacena – avenida Bias fortes, 56 - Centro)
    16h - "A loucura na Criação Literária" - Ariano Suassuna (Teatro da EPCAR)

    14h - Espaço Cênico - A História do Rock - Oficina com a Banda Ranier (Prédio da Estação)
    14h30 - Hall da Estação - Coral Pirô Criô (Prédio da Estação)
    14h30 - Atividades Circenses - Trupe Gaia (Praça da Estação)
    18h - Espaço Cênico - Espetáculo Teatral Faces da Loucura (Prédio da Estação)
    19h - Espetáculo Infantil - Giramundo: "Baú de Fundo Fundo" (Praça da Estação)
    20h - Espaço Cênico - Espetáculo Teatral Faces da Loucura (Prédio da Estação)
    21h - Buteko Trem de Doido - Banda Take It Easy! (Prédio da Estação)
    22h - Espaço Cênico - Teatro na Noite Tudo & Tal (Prédio da Estação)
    23h - Palco Principal - Zeca Baleiro (Praça da Estação)
    24h30 – Buteko Trem de Doido - Banda Take It Easy! (Prédio da Estação)

    Dia: 18 de julho - (domingo)

    15h - Espaço Cênico - Cia Reclame (Prédio da Estação)
    16h - Espaço Cênico - Corpo de Baile do CefeC (Prédio da Estação)
    16h30 - Palco - Banda Sheik Loko (Praça da Estação)
    17h30 - Palco - Banda Pré Pagos (Praça da Estação)
    18h30 - Palco - Banda The Yellow Brick Road (Praça da Estação)
    19h30 - Espaço Cênico - Espetáculo Teatral "Diário de um Louco" (Prédio da Estação)
    20h30 - Buteko Trem de Doido - Julia Possa (Prédio da Estação)
    22h – Palco Principal - Banda Ranier (Praça da Estação)
    23h30 – Buteko Trem de Doido - Julia Possa (Prédio da Estação)
    Salão de Arte e Parada do Artesão Nato: Aberto todos os dias das 18h às 24h.
    Participação do Cartunista Cristóvão Villela, todos os dias a partir das 19h no Buteko Trem de Doido (Praça da Estação)

    *Pablo Cordeiro é estudante do 10º período de Comunicação Social da UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.