Exposição interativa desperta sensações e traz inclusão social pelo toque

A mostra Sim, pode tocar! do artista plástico Yutaka Toyota está em exibição no Espaço Cultural dos Correios até o dia 20 de outubro. A entrada é gratuita

Nathália Carvalho
Repórter
14/9/2012
Exposição Sim pode tocar Toyota

Um toque de sensações. O simples ato de encostar nas excêntricas obras artísticas traz a sonoridade instantânea criada pelo artista plástico nipo-brasileiro Yutaka Toyota. A exposição Sim, pode tocar! está aberta ao público no Espaço Cultural dos Correios, onde o público tem a oportunidade de conferir 18 esculturas cinéticas do artista até o dia 20 de outubro. O horário de visitação é de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h e aos sábados, das 10h às 14h. A entrada é gratuita.

"O grande diferencial da mostra é seu caráter interativo", é o que garante a gestora do Espaço Cultural dos Correios, Sueli Navarro. Além de poderem ser vistas, todas as peças em exposição podem ser tocadas pelos visitantes e pretendem despertar sensações através de suas texturas, formas e sons. "O artista tem a pretensão, principalmente, de atingir ao público com deficiência visual. No lançamento, recebemos a visita dos alunos da Associação dos Cegos, que interagiram com as peças de forma bastante positiva [foto acima]", comenta.

Para realizar seu trabalho, Toyota observa as pessoas e a natureza, buscando uma arte voltada para os aspectos que ele chama de "positivo" e "negativo" da essência humana. O positivo se relaciona à aparência e o negativo tem relação com aquilo que os olhos não veem. Em texto sobre a mostra, o crítico de arte Enock Sacramento destacou a relevância do legado do artista, trabalhado em obras com contornos metálicos precisos. "Algumas possuem partes que se movem por intervenção do espectador, incluindo no giro em torno de um eixo a ideia de tempo, da quarta dimensão", comenta.

Exposição Sim pode tocar Toyota Exposição Sim pode tocar Toyota Exposição Sim pode tocar Toyota

As obras trazem, ainda, a vivência pessoal do próprio artista, como, por exemplo, a peça que retrata o navio Kasato Nesse, que trouxe a primeira leva de japoneses para o Brasil em 1908. "Quando tocamos nessa obra, conseguimos escutar barulho de navio e de pessoas falando em japonês ao fundo", comenta Sueli.

Para aqueles que visitarem o local, o passeio poderá ter o acompanhamento de áudioguia, objeto que descreve as peças individualmente, oferece informações sobre a biografia do artista e uma entrevista com o mesmo. No dia 20 de setembro, o Espaço Cultural irá receber a visita de artista. O bate-papo será aberto ao público, mas as vagas são limitadas e devem ser agendadas.

Sobre o artista

Yutaka Toyota nasceu em Tendo, no Japão, mas chegou ao Brasil no fim da década de 1950, onde naturalizou-se brasileiro em 1968. O artista, que está completando 60 anos de carreira, formou-se em Belas Artes pela Faculdade de Música e Belas Artes de Tokyo. Ele tem pelo menos 100 obras expostas no Brasil e no Japão. Pintor, escultor, desenhista, gravador e cenógrafo, Toyota tem um importante papel na história da transformação das artes visuais e seus projetos mostram uma nova forma de enxergar a arte.

O Espaço Cultural dos Correios fica localizado na rua Marechal Deodoro 470, Centro. O telefone de agendamento para a entrevista com Toyota é (32) 3690-5715.

Confira abaixo outras obras em exposição do artista.

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.